APSREDES

Categoria: Linha 2 – Cuidado dos usuários com condições crônicas

Planilha virtual facilita monitoramento de crianças nascidas em Joinville/SC

A Atenção Primária à Saúde, a Vigilância em Saúde e o Núcleo de Apoio à Rede de Atenção à Saúde em Joinville/SC desenvolveram uma planilha virtual para acompanhar e monitorar os recém-nascidos, com notificação imediata de até 48h, para atender e classificar o risco, e planejar o atendimento de forma

APS em Fortaleza garante assistência pré-natal durante a pandemia de #COVID19

As Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) do município de Fortaleza/CE mantiveram a assistência às gestantes com a manutenção das consultas de pré-natal e priorizaram os atendimentos daquelas com síndromes gripais e/ou com suspeita de COVID19. Entre as gestantes acompanhadas, três apresentaram resultado positivo para COVID19. O seguimento destas

Apoio psicológico aos profissionais da Saúde

No município de Goiás Velho, a antiga capital goiana, os psicólogos vinculados ao SUS se organizaram para pensar em um conjunto de ofertas de serviços para os trabalhadores da saúde, que representavam um público potencial de 350 pessoas. Apoiados pelo Núcleo de Estudos sobre Saúde Mental na APS e Populações

O potencial da odontologia na resposta à pandemia

Com a chegada da pandemia de Covid-19, a APS de Araçatuba, no noroeste paulista, promoveu a reorganização do processo de trabalho em saúde bucal no SUS, para enfrentar desafios como escassez de recursos financeiros, diminuição de força de trabalho, pensamento tecnicista e cuidado fragmentado. O coordenador de Saúde Bucal do

Acolhimento a quem vive nas ruas

Para as equipes dos Consultórios na Rua de Maceió – AL, não foi apenas a forma de se vestir que mudou com a pandemia. Além de utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para atender os usuários, os profissionais reorganizaram a estratégia de atuação. A enfermeira Jorgina Sales Jorge, apoiadora técnica

Encontros virtuais

A Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul identificou, desde o início da pandemia, que os gestores focaram os esforços nos serviços hospitalares, com a ampliação e implantação de leitos de internação de UTI, em detrimento da organização das Unidades Básicas de Saúde. Conforme relatou a coordenadora de Ações

Cuidados aos usuários do grupo de risco para Covid-19

“Os usuários com cardiopatia, diabetes e as pessoas acima de 60 anos são os casos de óbitos por Covid-19 no município e no mundo, são de maior risco de ter o desfecho negativo na infecção do novo coronavírus”, explicou a médica de família e comunidade Juliana Santos, da Gerência da