Uma década de Laboratório de Inovação em Saúde – produção de conhecimento para melhoria do setor saúde 

Em uma década de cooperação técnica da Representação da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil, instituição ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), foram sistematizadas 243 experiências praticadas nos serviços de saúde identificadas e sistematizadas pela metodologia dos Laboratórios de Inovação em Saúde (LIS). As temáticas abordam experiências em Atenção Integral à Saúde de usuários portadores de Doenças Crônicas, Atenção Domiciliar, Gestão do Trabalho no SUS, Atenção Integral à Saúde de Adolescente e Jovem, Manejo da Obesidade nas Redes de Atenção, Participação Social no SUS, Inovações na Saúde Suplementar, Educação na Saúde, Atenção Primária e Enfermagem. A partir de 2021, o LIS expandiu para abordar temas transversais do setor saúde como vigilância epidemiológica ao tratar sobre inovações nos Centros de Testagem, Aconselhamento nas Redes de Atenção à Saúde, segurança alimentar por meio do LIS – Incentivo ao consumo de frutas, verduras e legumes e saúde integral por meio das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), sendo que todas as experiências são desenvolvidas no Sistema Único de Saúde (SUS).

Os LIS sistematizam experiências inovadoras e boas práticas que respondam aos desafios postos para o setor saúde e que podem ser replicáveis em contextos sanitários similares. Por meio do conhecimento tácito aprendido por trabalhadores e gestores do SUS na realidade dos serviços, o LIS permite que esta prática registrada de forma documental e compartilhada em encontros presenciais ou virtuais possa motivar trabalhadores e gestores a buscar novos caminhos para resolver problemas recorrentes. 

Instituído a partir de 2011, como ferramenta de cooperação técnica da OPAS Brasil, os resultados do Laboratório de Inovação em Saúde são registrados por meio da Série NavegadorSUS e Inovação na Gestão, ambas editadas pela OPAS Brasil.

Laboratórios em Desenvolvimento

Laboratórios Finalizados