Mostra de Experiências

O apoio institucional da gestão federal do SUS foi institucionalizado em 2016, a partir da estruturação das Seções de Apoio Institucional e Articulação Federativa (SEINSF) em cada uma das superintendências estaduais do Ministério da Saúde. Atualmente, há 94 apoiadores institucionais da gestão federal do SUS, os quais são servidores do Ministério da Saúde que atuam em todo o país. Os apoiadores participam, no território, de diferentes atividades e da definição de estratégias para a organização do sistema de saúde.

 Os eixos de atuação dos apoiadores institucionais do Ministério da Saúde giram em torno da regionalização, da organização da rede de atenção à saúde, planejamento ascendente e qualificação dos instrumentos de planejamento do SUS. Em suas áreas de competência, as SEINSF desempenham atividades junto aos estados e municípios, articulando atores locais. Apoiam o planejamento regional integrado, considerando a regionalização uma das diretrizes do SUS, a partir de recortes espaciais para fins de planejamento, organização e gestão da rede de saúde. O principal objetivo do apoio institucional é melhorar a capacidade de gestão do SUS e ampliar o acesso da população às ações e aos serviços de saúde.

Entre os dias 27 de novembro e 11 de dezembro, foi realizada, pelo Departamento de Gestão Interfederativa e Participativa (DGIP) do Ministério da Saúde, a Primeira Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS.

O objetivo da mostra é mapear, reconhecer, valorizar e divulgar a contribuição do apoio institucional realizado pelas SEINSF para melhoria da gestão do SUS nos estados. A programação foi dividida de acordo com os eixos temáticos dos relatos das experiências inscritas – planejamento em saúde, instâncias colegiadas do SUS, políticas de saúde, estratégias de enfrentamento à COVID-19 e tema livre.

Durante sete encontros abertos ao público, foram apresentados mais de 60 relatos das SEINSF. As experiências retrataram as atividades de organização da rede de atenção à saúde e planejamento em saúde, principais eixos de atuação dos apoiadores. Programada, inicialmente, para ser um evento presencial, a Mostra, realizada de forma virtual, reuniu participantes de todo o Brasil e contou com milhares de espectadores nas plataformas do DataSUS e do Portal da Inovação na Gestão do SUS, que transmitiram a programação ao vivo.

Transmissão Virtual

O trabalho dos servidores que atuam junto às Seções de Apoio Institucional e Articulação Federativa (SEINSF), desenvolvido há quatro anos junto às Superintendências do Ministério da Saúde, ganha visibilidade e reconhecimento com a Primeira Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS, que iniciou hoje. Concebido, inicialmente, para ser uma mostra presencial, o evento prossegue, até dia 10 de dezembro, de forma virtual, com transmissão ao vivo pelo youtube do DATASUS e Portal da Inovação na Gestão do SUS.

Reproduzir vídeo

Com um cordel, o Centro Cultural do Ministério da Saúde introduziu o tema do planejamento, que seguiu pautando o terceiro dia da Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS: ” o país tem amplitude gigantesca, e cada estado precisa ser dividido, para depois ser integrado. E, para melhor planejar uma ação, só com o sistema regionalizado”. O verso representa a essência da regionalização, do planejamento regional integrado e do planejamento ascendente, que orientam o trabalho dos apoiadores institucionais do Ministério da Saúde.

Reproduzir vídeo

Contribuir com a implantação efetiva do DigiSUS nos municípios brasileiros e articular atores locais no planejamento são papéis estratégicos dos apoiadores institucionais do Ministério da Saúde. A atuação destes servidores no planejamento em saúde pautou, nesta terça-feira (01/12), o segundo dia da Primeira Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS, que acontece, de forma virtual, até o dia 10 de dezembro. Com exposições técnicas, relatos de experiências, diálogos temáticos e apresentações artísticas, participantes de todo o Brasil partilharam experiências e informações sobre temas relacionados aos instrumentos de planejamento.

Reproduzir vídeo

A atuação dos apoiadores institucionais da gestão federal do SUS é fundamental para a efetivação da gestão participativa, avaliam os representantes dos conselhos de saúde.  O papel das instâncias colegiadas do SUS foi o tema central desta sexta-feira (04/12), quarto dia de programação da Primeira Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS.

Reproduzir vídeo

A implantação das políticas de saúde que fortalecem o SUS nos territórios é função estratégica dos apoiadores institucionais do Ministério da Saúde. Esta foi uma das principais considerações desta segunda-feira (07/12), na programação que abriu a segunda semana da Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS, abordando o tema políticas de saúde. Os últimos encontros ocorrem na próxima quarta e quinta-feira (9 e 10 de dezembro), à tarde, com transmissão ao vivo no canal do Datasus no Youtube.

Reproduzir vídeo

Reconhecida como um dos maiores desafios para os sistemas de saúde de todo o mundo, a pandemia de COVID-19 também representou uma oportunidade de fortalecimento do SUS, avaliam os participantes da Primeira Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS. Nesta quarta-feira (09/12), no penúltimo dia da programação, as exposições e relatos de experiências trataram sobre desafios e possibilidades em tempos de pandemia.

Reproduzir vídeo

Após sete encontros para troca de conhecimentos, os apoiadores institucionais do Ministério da Saúde reafirmam o perfil de articuladores e saem revigorados para o trabalho de fortalecimento da gestão do SUS nos estados. Desde o dia 30 de novembro até esta quinta-feira (10/12), foram apresentados mais de 60 relatos das Seções de Apoio Institucional e Articulação Federativa (SEINSF), durante a programação da Primeira Mostra de Experiências em Apoio Institucional da Gestão Federal do SUS. As experiências retrataram as atividades de organização da rede de atenção à saúde e planejamento em saúde, principais eixos de atuação dos apoiadores.

Reproduzir vídeo

Choose Your Style