Integração entre AB e Especializada (Botucatu)

A experiência do Hospital das Clínicas de Botucatu, em Botucatu/SP, também definiu um novo fluxograma de atendimento ao indivíduo obeso grave, visando reduzir as filas de espera para a cirurgia bariátrica e integrar a Atenção Básica com a Atenção Especializada Ambulatorial e Hospitalar. Os indivíduos que aguardam a cirurgia passaram

O Peso da Saúde (Taió/SC)

Em Taió/SC, dados de 2011 mostraram que a maioria dos indivíduos atendidos no município apresentavam agravos associadas à obesidade. Diante disso, os profissionais desenvolveram uma estratégia para conter o avanço da obesidade e suas comorbidades, bem como promover os hábitos alimentares saudáveis. O grupo “O Peso da Saúde” aliou os

Grupo de Apoio Terapêutico (Salvador)

O Grupo de Apoio Terapêutico ao Tratamento da Obesidade (Gatto) é uma das atividades desenvolvidas no Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba), localizado em Salvador. Mediante encaminhamento realizado pela triagem do Serviço de Psicologia, são formados grupos indivíduos portadores de obesidade grau III ou grau II

Centros de Referência em Obesidade (RJ)

No Rio de Janeiro/RJ, a partir da estimativa de que 0,75% da população do estado é constituída de indivíduos de obesidade grau III (47.400 indivíduos residentes na cidade do Rio de salicylate-meds.com a população de 2010), o Instituto de Nutrição Annes Dias (Inad) da Prefeitura da Cidade do Rio de

Projeto Bom Dia (Recife)

O ”Projeto Bom Dia”, realizado em Recife/PE, surgiu da proposta de integração entre o Centro Médico Senador José Ermírio de Moraes (CMEM), a Gerência de Atenção à Pessoa com Deficiência e o Programa Academia da Cidade da Prefeitura da Cidade. Tal ação se apresenta como Reabilitação Cardiovascular Pulmonar e Metabólica

Manejo de Obesidade Infantojuvenil (Porto Alegre)

No Hospital das Clínicas de Porto Alegre/RS, o Ambulatório de Manejo de Obesidade Infantojuvenil (AmO) existe há 12 anos, atendendo cerca de 40 crianças e adolescentes por semana referenciados das UBS ou por interconsultas de outras especialidades do próprio hospital. O ambulatório trabalha com uma abordagem que objetiva mudança de

Atendimento à Obesidade Infantil (Marília)

O Centro de Atendimento à Obesidade Infantil de Marília (Caoim), em Marília/SP, criado em 2006, oferta ações de prevenção e de tratamento da obesidade infanto-juvenil. As crianças com diagnóstico de sobrepeso e obesidade são encaminhadas por profissionais de saúde (médico ou enfermeira) das UBS, escolas municipais e estaduais, consultórios particulares

Ambulatório de Obesidade (Itapevi/SP)

Em Itapevi/SP, ocorre uma experiência no Ambulatório de Obesidade, na qual é realizado o atendimento de indivíduos encaminhados da Atenção Básica com base no IMC maior ou igual a 30 kg/m², considerando a faixa etária de 20 a 59 anos. Todos os atendimentos são registrados em uma central de agendamento.

Ambulatório de Nutrição em Obesidade Grave

A experiência do Ambulatório de Nutrição em Obesidade Grave (Anog) do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC/UFG/GO), em Goiânia/GO, foi desenvolvida com o objetivo de oferecer opção terapêutica aos indivíduos com obesidade grave por meio do tratamento nutricional/dietoterápico especializado, visando à redução de peso, ao controle de

Grupo de Apoio ao Emagrecimento (Chapecó)

Em Chapecó/SC foi formado no ambulatório de atenção especializada para a saúde do trabalhador um Grupo de Apoio ao Emagrecimento, que conta com uma equipe multiprofissional (nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, assistente social, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, profissional de Educação Física e psicopedagogo) para oferecer atenção integral aos indivíduos com obesidade grave. Esses