Boletim Portal da Inovação Maio/2020

Boletim APS Redes
Boletim Portal da Inovação maio/2020

Agenda dos Debates Virtuais

Quarta-feira (06/05) – O papel das Organizações Sociais de Saúde no enfrentamento da COVID-19

Boletim APS Redes Na próxima quarta-feira, 6 de maio, às 17h, o Ibross (Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde) em parceria com a OPAS/OMS (Organização Pan-Americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde) e o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) vai promover uma transmissão online ao vivo sobre o papel das Organizações Sociais de Saúde na resposta à emergência do novo coronavírus. A live terá o ex-presidente do Conass e ex-secretário de Saúde de MG, Marcus Pestana, como moderador e o presidente do Ibross, Renilson Rehem, como expositor. Os comentaristas do debate serão Gonzalo Vecina Neto, professor da USP; Renato Tasca, da OPAS Brasil; e Ana Maria Malk, da FGV SP Saúde. A transmissão estará disponível em tempo real no site www.apsredes.org e na página do facebook @inovacaoemsaude (www.facebook.com/inovacaoemsaude/). Os internautas poderão participar enviando perguntas através do link www.apsredes.org/participe Acompanhe!

Quinta-feira (07/05) – Os desafios do trabalho em saúde em tempo de pandemia

Boletim APS Redes A emergência da Covid-19 evidencia as desigualdades regionais na oferta de leitos de UTI da rede pública como também a escassez de recursos humanos nos serviços públicos de saúde. As secretarias estaduais e municipais de Saúde não conseguem preencher as vagas emergenciais oferecidas para médicos, fisioterapeutas respiratórios e profisionais da Enfermagem, dificultando a abertura de novos leitos para o tratamento da Covid-19. Neste momento de emergência, a disputa por profissionais de saúde entre o setor público e o setor privado fica ainda mais acirrada. Diante dos desafíos postos pela Covid-19, temas relevantes ganham destaque na agenda política e técnica dos países, como a importância da regulação do mercado de trabalho e da formação profissional, especialmente, em sistemas de saúde com acesso universal à população. Também emergem reflexões sobre o modelo brasileiro de autorregulação do mercado de trabalho e alternativas que possam ser adotadas pelo setor público, como a revisão de escopos de práticas para a Enfermagem.

Cobertura especial Covid-19

Reformular, sem mudar princípios e atributos da APS: a inovação de Florianópolis no enfrentamento à Covid-19

Boletim APS Redes Mudanças no modo de atender as pessoas, com a expansão de tecnologias como teleatendimento, fazem parte das estratégias adotadas em Florianópolis – SC para fortalecer a atuação da Atenção Primária à Saúde (APS) durante a pandemia. Para evitar aglomerações e reduzir o risco de contágio nas unidades de saúde, os profissionais usam ferramentas alternativas, como a troca de mensagens com os pacientes via celular. A reorganização da APS da capital catarinense à Covid-19 foi tema do debate ocorrido nesta quinta-feira (30/04), pelo Portal da Inovação na Gestão do SUS. Conduzido pelo coordenador da Unidade Técnica de Sistemas e Serviços em Saúde da OPAS/OMS no Brasil, Renato Tasca, o debate contou com três profissionais da secretaria de Saúde de Florianópolis: o gerente de Inteligência e Informação, Matheus Pacheco; o diretor de Atenção à Saúde, Tiago Barra Vidal; e o gerente de Integração Assistencial, Filipe Perini. A responsável pela Atenção Primária à Saúde do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), Maria José Evangelista, atuou como moderadora. Logo no início do debate, os convidados deixaram clara qual é a grande inovação trazida pela experiência de Florianópolis com a Covid-19: a capacidade da APS de reformular o modelo de atenção, mantendo os mesmos princípios e atributos, mas mudando o modo de operar.

Ministério da Saúde e OPAS lançam campanha para cuidados em Saúde Mental

Boletim APS Redes O ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS) lançaram, nesta sexta-feira (17/04), campanha que objetiva amenizar os efeitos negativos da pandemia da COVID-19 na saúde mental dos brasileiros. Ao todo, serão oito vídeos voltados, principalmente, aos profissionais de saúde, familiares e cuidadores de pessoas idosas, à própria população idosa e aos pais e cuidadores de crianças. O primeiro vídeo, que começa a ser divulgado hoje nas redes sociais dos dois órgãos, busca promover a reflexão sobre os cuidados que os profissionais de saúde devem ter neste momento. A proposta da campanha é orientar sobre como as pessoas devem lidar com sentimentos, como medo e estresse, além de apresentar dicas e estratégias de cuidado em saúde mental. “Nossa prioridade é o combate ao coronavírus, seus sintomas associados à síndrome gripal, à síndrome respiratória aguda grave e a necessidade de UTI. Mas, concomitantemente a isso, nossa prioridade também são as pessoas que adoecem e seus familiares, que estão em isolamento social, e, principalmente, os profissionais de saúde que estão na linha de frente”, explica o secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministéro da Saúde, Erno Harzheim. Para o secretáro, os profissionais de saúde precisam de suporte psicológico para enfrentar essa situação de estresse com saúde mental suficiente para não adoecerem. “Diversas iniciativas serão lançadas nesse sentido nos próximos dias. Essa é apenas a primeira delas, mas em seguida teremos um grande sistema de telemedicina e telessaúde no suporte de todos os profissionais da linha de frente do enfrentamento ao coronavírus no Brasil”, destaca Erno Harzheim.

Notícias do LIS

Cofen e OPAS selecionam 24 experiências para visita do Laboratório de Inovação

Boletim APS Redes O Laboratório de Inovação em Enfermagem, promovido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil, selecionou 24 experiências que vão compor a próxima etapa da iniciativa, que prevê visitas técnicas nos territórios para o conhecimento das inovações introduzidas pela categoria no Sistema Único de Saúde (SUS). As visitas serão agendadas após o enfrentamento da pandemia de Covid-19. “A pandemia de COVID-19 colocou em evidência os profissionais de Enfermagem, mas a verdade é que este protagonismo já é uma realidade consolidada, sobretudo na Atenção Básica. Este laboratório busca identificar, valorizar e promover práticas inovadoras, contribuindo para a universalização e qualidade da assistência”, afirma o presidente do Cofen, Manoel Neri. “A diversidade das experiências selecionadas expressa a importância da categoria para a integralidade da atenção prestada pelo sistema de saúde. Temos experiências sobre protocolos de atenção, ampliação de escopos de práticas, apoio matricial, fortalecimento da atenção primária, segurança do paciente, educação em saúde, que evidenciam aportes substantivos para qualificar a resposta do SUS às necessidades da população”, ressalta a coordenadora da Unidade Técnica para Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS no Brasil, Mónica Padilla. Ao todo foram selecionadas 12 práticas que tratam sobre a ampliação do escopo de práticas e mais 12 sobre a valorização da Enfermagem no SUS.
Boletim APS Redes

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:

Boletim APS Redes

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Comentários