Experiências do Laboratório de Inovação participam de congresso em Manaus

O Laboratório de Inovação em Educação na Saúde com foco em Educação Permanente levará três experiências para o 13o Congresso Internacional Rede Unida, que ocorre entre os dias 30 de maio a 2 de junho, em Manaus (AM). Com o tema “Faz escuro, mas cantamos: redes em re-existência nos encontros das águas”, o congresso movimentará a agenda científica do país com a participação estimada de 3.000 congressistas e convidados nacionais e internacionais. O Congresso tem como finalidade propor o debate em torno da saúde, da educação, da arte e cultura, da participação cidadã, da gestão e do trabalho em saúde na perspectiva do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS)

A Távola Institucional: Laboratório de Inovação: reconhecendo as experiências exitosas em educação na saúde no Brasil, ocorrerá no dia 2 de junho, das 10h30 às 12h30, na sala 13 Gavião Real (FCA2), com participação das seguintes experiências e integrantes:

  • Do eixo Integração Ensino-Serviço-Comunidade do Laboratório de Inovação foi escolhida a experiência “O Sistema de Regulação das práticas de ensino na Saúde”, da Secretaria de Estado da Saúde do Ceará, representada por Camila Campos.
  • Do Eixo Educação e Práticas Interprofissionais foi selecionada a experiência “Escritório de Qualidade para Organizações de Saúde”, da Universidade do Estado de Mato Grosso em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra/MT, representada por Josué Gleriano.
  • Do eixo Gestão da Política da Educação Permanente em Saúde, a experiência “Processo Avaliativos de EPS em Santa Catarina – uma roda que nunca parou de girar”, desenvolvida pela Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina com a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), por Maria de Fátima Rovaris.
  • Estela Padilha, integrante da comissão do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde e assessora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (DEGES/SGTES).
  • Vanessa Borges, integrante da comissão do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde e consultora nacional da OPAS.

Ao todo, o Laboratório de Inovação selecionou 15 experiências inovadoras que contribuem para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram oito meses desde a abertura do Edital até a definição das 15 finalistas, cujo resultado foi divulgado no dia 23 de maio.(confira aqui as finalistas)

Em breve será lançada a publicação técnica, intitulada NavegadorSUS, organizada pela OPAS e Ministério da Saúde, com o aprofundamento de cada uma delas, para ampla divulgação entre as instituições parceiras.

O Laboratório de Inovação é uma iniciativa do Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Gestão da Educação na Saúde da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (DEGES/SGTES), com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), por meio da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde.

Saiba mais em apsredes.org