Visita Técnica da OPAS e Ministério da Saúde foi realizada para avaliar projetos finalistas do Laboratório de Inovação

     

O Laboratório de Inovação em Enfermagem, promovido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil, selecionou 24 experiências como finalistas para receberem as visitas técnicas e sete projetos de Santa Catarina foram selecionados. Os dois avaliadores, Liliane Augusto que é consultora Nacional OPAS e Organização Mundial de Saúde (OMS) e Rodrigo Ataíde do Ministério da Saúde, estiveram em Florianópolis nos dias 6, 7 e 8 de outubro para conhecer seis destas práticas selecionadas, sendo que uma delas é a parceria do Coren/SC com a Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis (SMS/Fpolis) para difundir os Protocolos de Enfermagem na Atenção Primária.

Sob o tema Implantação de Protocolos de Enfermagem para ampliação do acesso na Atenção Primária à Saúde em Santa Catarina, o projeto foi apresentado nesta quinta, dia 8, aos avaliadores na sede do Coren/SC pela presidente Helga Regina Bresciani e pela conselheira Elizimara Ferreira Siqueira. Participaram ainda da reunião a secretária de Saúde de São João Batista, Karin Cristine Geller Leopoldo, as enfermeiras da SMS/Fpolis Ana Bafica, Cilene Fernandes Soares e a residente Jackeline Viana, a assessora de Atendimento ao Profissional do Coren/SC, Karla Barzan, e de forma virtual a conselheira Ioná Vieira Bez Birolo, a enfermeira responsável técnica da SMS de Xanxerê, Juliana Duarte, junto com a enfermeira Thaise, e a enfermeira responsável técnica de São Ludgero, Greice Lessa.

As responsáveis técnicas e a secretária de saúde deram seus testemunhos de como a implantação dos Protocolos de Enfermagem nas Unidades Básicas de Saúde melhoraram os processos e como a consulta de Enfermagem permitiu ampliar o acesso aos serviços, agilizando procedimentos e pedidos de exames ou testes rápidos. “O grande diferencial tem sido qualificar o atendimento à população, com a sistematização dos processos de Enfermagem e tendo como resultado um acompanhamento mais eficaz da saúde dos usuários dos serviços. Os municípios pequenos não teriam estrutura para formular Protocolos, capacitar os profissionais e implementar estas mudanças, por isso o Coren/SC criou o Programa de Adesão num convênio técnico com a prefeitura de Florianópolis”, explicou a presidente do Coren/SC.

Nos dias 6 e 7, os avaliadores passaram meio período na Secretaria Municipal de Saúde vendo as apresentações dos dados, gráficos e resultados de cada um dos projetos finalistas. O secretário Carlos Alberto Justo da Silva esteve presente, assim como diretor de Atenção à Saúde, Tiago Barra Vidal, o gerente de Atenção Primária, João Silveira, e o coordenador de Gestão Clínica, Ronaldo Zonta.

No outro meio período de cada dia, os representantes da OPAS e MS realizaram visitas às Unidades Básicas de Saúde para conhecer de perto a aplicação dos Protocolos, tendo percorrido o Centro de Saúde Novo Continente, do Jardim Atlântico e o da Armação, no Sul da Ilha.  No dia 6 pela manhã, os responsáveis pelos projetos fizeram as apresentações: enfermeira Ana Cristina Bafica mostrou os dados Atenção Primária à Saúde Abrangente: Ampliando acesso para uma enfermagem forte e resolutiva; enfermeiras Fernanda Paese e Ana Bim Gomes apresentaram A construção dos subconjuntos da CIPE® para a atenção primária à saúde (APS) a partir dos protocolos clínicos de Enfermagem, que foi coordenado pela enfermeira Milena Pereira; enfermeiro Vinicius Paim Brasil fez a abordagem sobre “O enfrentamento da sífilis a partir da ampliação da clínica do enfermeiro em Florianópolis – SC”.

No dia 7 foi a vez das apresentações de mais dois projetos: a enfermeira Laura Denise Castillo falou da Ampliação do acesso a partir da inserção de DIU por enfermeiros na APS de Florianópolis; a enfermeira Cilene Fernandes Soares mostrou os resultados do “Apoio matricial de Enfermagem no cuidado à pessoa com ferida: inovando e fortalecendo o sistema único de saúde”.

Os avaliadores fizeram várias intervenções e em muitos momentos elogiaram as práticas apresentadas, a metodologia de implantação e os resultados obtidos.

Mais um projeto finalista iria ser verificado em Santa Catarina, que também tem como tema os Protocolos e é de Jaraguá do Sul: “O papel dos Protocolos de Enfermagem no município de Jaraguá do Sul (SC) como modificador no cenário da Atenção Primária em Saúde”.

PREMIAÇÃO – A próxima etapa será a compilação das avaliações realizadas nestas visitas  e os escolhidos receberão a divulgação das experiências em fóruns temáticos e sistematização das práticas na Revista do Cofen e na publicação na série técnica NavegadorSUS.

 

fonte: corensc.gov.br

Choose Your Style

%d blogueiros gostam disto: