Vinculação, Cuidados em Saúde e Promoção da Cidadania a Travestis e Transexuais na Atenção Básica de Jaboatão dos Guararapes/PE

Vinculação, Cuidados em Saúde e Promoção da Cidadania a Travestis e Transexuais na Atenção Básica de Jaboatão dos Guararapes/PE

#APS FORTE em Jaboatão dos Guararapes/ PE no enfrentamento à COVID19

A  Unidade Saúde da Família Praia do Sol em Jaboatão dos Guararapes/PE garante a continuidade do cuidado ao grupo LGBTQIA+ durante a pandemia

A Unidade Saúde da Família Praia do Sol em Jaboatão dos Guararapes/PE garantiu ao grupo LGBTQIA+ acesso a políticas de proteção social durante a pandemia de Covid-19. O WhatsApp foi a ferramenta utilizada para manter o diálogo e realizar o acompanhamento do grupo de travestis e transexuais pelos profissionais de saúde, que garantiram acesso à testagem, a equipamentos de proteção individual como máscara e álcool em gel, à renovação de receitas, à continuidade dos tratamentos de saúde e, sobretudo, a informações sobre a doença e orientações de outros programas sociais, como de auxílio financeiro emergencial. 

Fábio Egypson, integrante do Conselho Municipal LGBTQIA+, explica que a iniciativa foi criada para atender à demanda de uma comunidade, fortalecendo o protagonismo do usuário no exercício da cidadania. “A gente identificou no grupo necessidades latentes não só de saúde, como hormonioterapia e cuidados para doenças infectocontagiosas, mas na questão de segurança alimentar e violação de garantia de direitos. A gente discutiu junto com eles este projeto e a demanda foi de identificar um equipamento para que as pessoas tivessem um local para serem direcionadas efetivamente e garantir o ingresso delas de forma que elas pudessem exercer toda a cidadania e protagonismo de suas vidas”. 

Desta forma, a Unidade Saúde da Família Praia do Sol passou a ser referência para o grupo LGBTQIA+ e foi a primeira a ofertar o uso e administração de hormônios para travestis e transexuais, destacando-se como experiência modelo para a rede de saúde do município. Danilo Martins, enfermeiro e coordenador da Política de Saúde LGBT+ da Secretaria Municipal de Saúde de Jaboatão dos Guararapes/PE, destaca a atuação da equipe especialmente em uma emergência sanitária deflagrada pela Covid-19.  “A experiência possibilitou a continuidade de tratamento e evitou agravos em saúde para uma população que sofre historicamente violações de direitos”, aponta Martins. 

“Com a pandemia e a impossibilidade de reunião física, a assistência continuou pelo aplicativo de celular para não deixar essas pessoas soltas durante um período tão difícil”, ressalta Rosivaldo Junior, enfermeiro da USF Praia do Sol. O uso de tecnologia de informação e comunicação na APS é uma das estratégias que permitem promover o cuidado, fortalecendo o vínculo, estimulam a participação social, reconhecendo as demandas das usuárias – mulheres empoderadas e cientes dos seus direitos enquanto usuárias do SUS – evitando o abandono de tratamentos e agravamento de enfermidades, além de contribuir  para a promoção da saúde e cidadania de travestis e transexuais no município. 

"Nossa equipe de saúde e o Conselho Municipal LGBT+ foram fundamentais para a criação do ambulatório de saúde LGBT+, que hoje funciona dentro do Centro de Referência de Saúde da Mulher de Jaboatão dos Guararapes”, conclui Danilo Martins.

Experiência

Utilizar o aplicativo WhatsApp® como ferramenta tecnológica na formação de grupo virtual para manter o diálogo e acompanhamento em saúde de travestis e transexuais, o vínculo com a equipe e o serviço de saúde da Atenção Básica, fortalecendo o cuidado continuado, bem como o monitoramento social durante o enfrentamento à Covid-19.

Leia mais

Galeria de imagens

 Credito foto SMS Jaboatão dos Guararapes