Últimos dias para inscrição no Laboratório de Inovação em Enfermagem

Se você é enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem e se você desenvolve alguma experiência transformadora com resultados exitosos na gestão de serviços do SUS, na atenção à saúde da população ou na educação e formação profissional, então você não pode ficar de fora do Laboratório de Inovação em Enfermagem!

As inscrições estão abertas até o dia 30 de novembro. Podem participar trabalhadores e gestores de serviços de saúde públicos, de todos os níveis de atenção, instituições de ensino públicas e privadas sem fins lucrativos e organizações não governamentais. Os relatos poderão ser apresentados de forma colaborativa, articulando diferentes organizações e instituições e devem tratar de experiências desenvolvidas no âmbito do SUS.

A iniciativa, promovida pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e pela Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil (OPAS/OMS), permitirá ter um panorama das estratégias adotadas pelos profissionais da Enfermagem ao enfrentar os desafios do sistema de saúde como a necessidade de ampliar o acesso dos cidadãos aos cuidados de saúde, de melhorar a capacidade resolutiva dos serviços de saúde e da qualidade do cuidado ofertado e de reduzir custos e gastos em saúde.

“Essa iniciativa busca empoderar a profissão e dar visibilidade aos inúmeros trabalhos que são desenvolvidos no SUS por enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem. Além de mostrar os desafios do sistema de saúde e a necessidade de ampliar o acesso dos cidadãos aos cuidados de saúde”, ressaltou a vice-presidente do Cofen, Nádia Ramalho. A vice-presidente destacou ainda que o mapa de inovações busca reconhecer as experiências e projetos inovadores dos profissionais de Enfermagem e dar destaque ao trabalho tão importante para o fortalecimento da saúde e segurança.

“O Laboratório de Inovação é um mecanismo que permitirá conhecer em profundidade as contribuições que a Enfermagem faz em vários campos da saúde pública, nos serviços de saúde, na docência, na pesquisa, na participação social e na política. Será uma oportunidade para conhecer os aportes e as práticas que estes profissionais de saúde agregam ao SUS”, reforça a coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS/OMS, Mónica Padilla.

As experiências devem abordar algum dos grandes temas descritos abaixo:

Tema 1 – Valorização da Enfermagem, compreendem experiências que abordem os seguintes subtemas:

– Liderança e função coordenadora da Enfermagem na assistência à saúde;

– Inovação na qualidade da formação profissional em Enfermagem (Interprofissionalidade, Integração ensino e serviço, trabalho colaborativo);

– Gestão do trabalho com foco na valorização do profissional de Enfermagem (saúde e segurança do trabalhador, desenvolvimento profissional);

-Uso de evidências científicas na prática da enfermagem.

Tema 2 – Ampliação do escopo de práticas de Enfermagem, em que serão consideradas experiências que tratam sobre as condições de trabalho e as capacidades dos profissionais de Enfermagem , como parte da atenção de um modelo centrado na pessoa, família e comunidade e do fortalecimento da atenção primária e das redes integradas de serviços de saúde, com os seguintes subtemas:

– Melhoria do acesso aos serviços de saúde;

– Redução do tempo de espera nas consultas;

– Maior adesão ao tratamento, gestão de sintomas e utilização dos serviços;

– Efetividade clínica na atenção aos usuários/pacientes;

– Maiores níveis de satisfação do usuário, unidos a uma atenção mais personalizada, a provisão de informação e uma maior dedicação no tempo consulta.

O que são os Laboratórios de Inovação em Saúde (LIS)?

A estratégia do Laboratório de Inovação em Saúde (LIS) foi idealizada pela OPAS/OMS Brasil, em 2008, para agregar uma nova ferramenta nas atividades de cooperação técnica a partir da compreensão de que diversas inovações são produzidas no Sistema Único de Saúde (SUS). O Laboratório de Inovação tem como propósito a identificação, sistematização e divulgação dessas iniciativas, aspirando se tornar referência para a troca de conhecimentos e experiências entre gestores(as), trabalhadores(as) e outros atores no Brasil, além de disseminar as experiências brasileiras bem-sucedidas para outros países.

O LIS busca captar e documentar os conhecimentos considerados bem-sucedidos, inovadores e relevantes das experiências desenvolvidas no âmbito da gestão, atenção e da formação no SUS, e que apresentam contribuições para a melhoria do processo de trabalho e dos serviços de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS).

Por meio do edital publicado, o objetivo é, também, gerar conhecimentos de forma ascendente sobre a prática da Enfermagem, como subsídio para formular políticas viáveis e sustentáveis para o SUS, contribuindo para sua qualificação.

Mais informações, acesse o site oficial.

Fonte: Cofen/OPAS

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest