APSREDES

Sucesso do número de inscrições permitirá um panorama da Atenção Domiciliar no SUS

05/04/2013 – O Laboratório de Inovação em Atenção Domiciliar, desenvolvido pela Opas e pelo Departamento de Atenção Básica (DAB) do Ministério da Saúde, divulgará, no dia 30 de abril, as 10 experiências que serão acompanhadas e sistematizadas pelo Laboratório. Ao todo foram inscritas 60 experiências, sendo 38 no eixo Cuidado em Atenção Domiciliar e 22 no eixo Gestão em Atenção Domiciliar. A divulgação ocorrerá por meio do site do DAB e do Portal da Inovação.

“As experiências são bem interessantes. Percebemos que vários autores assinam cada relato, o que demonstra o trabalho em equipe na Atenção Domiciliar”, conta Maria Helena Brandão Oliveira, coordenadora do Laboratório. As inscrições foram provenientes de secretarias municipais de saúde (39), Secretaria de Saúde do Distrito Federal (6), hospitais públicos (12) e organizações sociais de saúde (3), abrangendo 13 estados e 25 municípios.

Os temas tratados refletem a diversidade das atividades desenvolvidas no Serviço de Atenção Domiciliar. No eixo do Cuidado, por exemplo, há experiências sobre cuidados paliativos, morte no domicílio, manejo de idosos, de crianças, nutrição domiciliar, atenção aos cuidadores, transtorno mental e técnicas no cuidado, como em curativos. Já no eixo de Gestão, foram inscritos trabalhos sobre a pactuação de fluxos, prontuário, protocolos assistenciais, trabalho de gestão em Atenção domiciliar, logística, interlocução com as Redes de Atenção e trabalho em equipe.

Grupo de Trabalho – A seleção das experiências obedecerá os critérios definidos no chamamento: relevância, caráter inovador, sustentabilidade, reprodutividade em contextos similares, clareza e objetividade na apresentação, alinhamento aos princípios do SUS e resultados obtidos. As dez primeiras experiências serão visitadas pela equipe do Laboratório de Inovação em Atenção Domiciliar e sistematizadas para serem publicadas na Série Navegador SUS e no Portal da Inovação na Saúde.

Um grupo de trabalho composto por seis profissionais de saúde, indicados pela Opas e Ministério da Saúde, fará a análise de todos os trabalhos inscritos. Cada experiência será avaliada por dois integrantes separadamente que depois terão que chegar a um consenso para apresentar no grupo de trabalho, que escolherá 10 trabalhos. Todos os representantes das experiências inscritas serão convidados a participar do Seminário Nacional de Atenção Domiciliar no SUS, a ser realizado em Brasília, no final segundo semestre.

 OBS – Texto com errata: a publicação das 10 experiências que serão acompanhadas pelo Laboratório foi alterada do dia 22 para o dia 30 de abril em razão da quantidade de inscrições, que superou as expectativas do grupo do trabalho.

Vanessa Borges

Para o Portal da Inovação em Saúde

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram