http://fms.teresina.pi.gov.br/noticia/2499/sistema-de-regulacao-de-consultas-de-teresina-e-apresentado-a-pesquisadores-da-abrasco

Pesquisadores da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) estão em Teresina. A visita, que segue até dia 29 de março, é uma etapa do Laboratório de Inovação em Atenção Primária à Saúde (APS Forte) da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Na tarde de hoje, 26, profissionais da Fundação Municipal de Saúde (FMS) apresentaram a Central de Regulação Ambulatorial, Hospitalar e de Transporte da capital aos pesquisadores Luiz Augusto Facchini, Patty Fidelis e Lígia Giovanella.

“A central para a regulação de consultas especializadas e exames complexos através do Sistema Único de Saúde (SUS) tem como objetivo organizar o atendimento de forma isenta e ágil. É totalmente online e coordena o fluxo de todas as Unidades de Saúde de Teresina, como também integra 223 municípios de todo o Piauí e 27 municípios do estado do Maranhão. Em um acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI), a central trabalha com um sistema moderno de identificação por IP, que designa o acesso para apenas uma máquina com servidores cadastrados por unidade, evitando assim a marcação por terceiros”, informa Vitória Urbano, da Central de Regulação do SUS Teresina.

Aos pesquisadores da Abrasco foi exposto o desenvolvimento do sistema de regulação, Gestor Saúde, que utiliza tecnologias de informação e comunicação; coordenando o fluxo de marcação de consultas e exames especializados com transparência da fila de espera, desenvolvimento de estratégias de redes sociais e mensagens SMS informando o usuário do atendimento para evitar perdas, absenteísmos e garantir efetividade.

“É uma satisfação estarmos aqui em Teresina. Estamos fazendo uma análise das experiências de fortalecimento da atenção primária à saúde no Brasil e Teresina é uma das cidades destacadas neste sentido”, fala Luiz Augusto Facchini, coordenador da rede de pesquisa em atenção primária à saúde da Abrasco.

http://fms.teresina.pi.gov.br/noticia/2499/sistema-de-regulacao-de-consultas-de-teresina-e-apresentado-a-pesquisadores-da-abrasco

Na Central de Regulação do SUS Teresina os pacientes são submetidos a uma fila única e regulada por esta central, que distribui de forma mais ágil as vagas do SUS em unidades de saúde públicas, filantrópicas e privadas na capital. “A regulação ambulatorial de consultas e exames especializados sempre começa na Atenção Básica. Só há essa porta de entrada. Se na Sala de Marcação de Consulta da Unidade Básica for cadastrada uma requisição de consulta especializada e tiver a vaga o paciente já sai de lá com o comprovante de marcação. Se a vaga não estiver disponível, a solicitação entra em agendamento e o paciente pode verificar a marcação online pelo  endereço eletrônico http://sus.teresina.pi.gov.br/confirmacao-de-consulta”, explica Sérgio Rodrigues, da Central de Regulação do SUS.

A visita dos pesquisadores da Abrasco à capital tem como objetivo acompanhamento e a sistematização das transformações que estão ocorrendo na saúde da cidade, além de também dar visibilidade para práticas que respondam de forma inovadora para problemas comuns da saúde.

 

Fonte: Fundo Municipal de Saúde

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest