Projeto multiplicadores da vida (Campo Bom)

O Projeto Multiplicadores da Vida da Prefeitura Municipal de Campo Bom já tem 11 anos. A equipe multidisciplinar começou essa fase do projeto em 2004. Problemas identificados: questões de gênero, drogas, DST/Aids, violência doméstica, abusos de crianças etc. Observou-se que as escolas tinham dificuldade para lidar com esses temas, procurou-se, então, estimular e fomentar projetos para ações com adolescentes. Os encontros eram bimestrais, abordando-se os temas propostos pelos professores.

Metodologia: palestras e oficinas. Em 2009 foi criado o “Caminho das surpresas”, que é um labirinto móvel  com o objetivo de sensibilizar os adolescentes com os temas propostos. Contam com a participação dos agentes comunitários de saúde. Resultados muito positivos. Atualmente implementação das atividades com maior participação dos adolescentes, na medida em que eles estão sendo preparados para se responsabilizar pelo Caminho das Surpresas.

Dificuldades: as UBS e escolas não se viam como parceiros. Os adolescentes não eram bem acolhidos. Foram criados sete territórios com grupos de adolescentes para o planejamento das ações. Famílias com benefícios secundários. Durante a visita observamos a integração das Secretarias de Saúde e Educação e Cultura, através de uma atividade já programada, envolvendo a educação continuada de multiplicadores da vida. Esse tipo de reunião consta dos calendários oficiais tanto das escolas quanto das UBS. Participamos de uma reunião com a Secretária de Educação e Cultura de Campo Bom, quando foi confirmada a importância do projeto e sua efetividade. Tivemos acesso a uma reunião com adolescentes que se tornarão futuros multiplicadores do projeto e pudemos participar do Caminho das Surpresas.

 

Participantes presentes durante a vista técnica:

Maria Helena Ruzany – Assessora técnica do Ministério da Saúde

Maria Ignez Saito – Assessora técnica do Ministério da Saúde

Marcia Teresinha Botura de Faria – Professora – Coordenadora do Projeto

Marlene Loide Araes – Médica/ SMS Coordenadora do Programa DST/HIV/AIDS

Natalia Braun – Bióloga, Educadora Ambiental

Iriene Lúcia A. Scharbong – Enfermeira Centro Materno Infantil

Mara Beatriz de O. Eggert – Serviço Social/ Saúde da Família

Roberta R. Da Silva – Enfermeira

Eliane dos Reis – Secretária de Educação e Cultura

Daniela Campos Maurer – Coordenadora Geral da Educação.

7 Campo Bom corr

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest