Projeto caiu na rede (Itaipu)

O Projeto Caiu na rede desenvolve atividades de promoção de saúde com escolares visando fortalecer a atenção básica e ordenar o cuidado de saúde. A partir da publicação do Projeto Saúde na Escola, o coordenador propôs uma metodologia de atuação com a formação de adolescentes promotores de saúde. Inicialmente, o problema observado foi a baixa adesão ao atendimento ambulatorial de adolescentes. Procurando melhorar a confiança na UBS e baseado nos problemas identificados, o coordenador do projeto criou metodologias para prevenção da violência e implementação da cultura de paz nas escolas. O projeto implementou atividades intersetoriais da saúde e da educação, a princípio realizadas pelos profissionais de saúde e depois pelos escolares, com práticas de promoção de saúde sexual e reprodutiva. Participaram quatro colégios estaduais – 12 alunos por colégio. A forma da atuação era o desenvolvimento de seis encontros com temas diferentes. Além de técnicos da SMS, o projeto contou  com duas estagiárias de psicologia de uma faculdade privada. Uma atividade que se destacou e causou muito impacto foi o envolvimento com os pais de adolescentes que estavam em atendimento no programa. As atividades eram programadas em locais itinerantes. Observou-se uma resignificação dos espaços públicos. Nessas ocasiões havia a apresentação de dramatização de situações apresentadas pelos alunos. Para motivar os demais alunos nas temáticas propostas, os alunos promotores incrementavam estudos e pesquisas entre os colegas. Como resultado constatou-se a melhoria no relacionamento social dos alunos. Os alunos selecionados, protagonistas das atividades, tinham como uma de suas tarefas publicar nos murais de suas respectivas escolas informações sobre os temas trabalhados. Dificuldade atual: mudança da política da Secretaria Municipal de Saúde que optou por abordar, nas próximas fases do projeto, somente escolas municipais de ensino fundamental, portanto com crianças, desativando a proposta da intervenção com adolescentes e jovens. Durante a visita não houve oportunidade de entrevistar os usuários do projeto, as estagiárias de psicologia já não estavam mais stop-ed-meds ao projeto e o coordenador estava refazendo a atuação em outras bases, para escolares de ensino fundamental.

 

Participantes presentes durante a visita técnica:

Maria Helena Ruzany – Cosnultora Técnica do Ministério da Saúde

Rafael Correa – psicólogo coordenador do projeto

Fábio de Melo – Secretário de Saúde

Tatiana Muchen – Pedagoga.

3 Projeto Caiu na Rede – Itaipu

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Comentários