Projeto Ambulatório Trans de Sergipe Portas Abertas – Saúde Integral das pessoas Trans: cuidar e acolher, da Universidade Federal de Sergipe

Este projeto tem o objetivo de oferecer um ambulatório para atendimento integral da população Trans do estado de Sergipe e combater a transfobia institucional, em um ambiente de formação de futuros profissionais de saúde. Envolve os oito cursos da Universidade Federal de Sergipe/Campus de Lagarto: Medicina (endocrinologia, clínica médica e ginecologia); Nutrição; Fonoaudiologia; Fisioterapia; Terapia Ocupacional; Enfermagem; Farmácia e Odontologia, e também o Departamento de Psicologia da UFS/Campus de São Cristóvão/Aracaju. O projeto segue normativas do SUS e está articulado com as Secretarias de Saúde Estadual e Municipais. O envolvimento de um Agente Comunitário de Saúde que é pessoa Trans contribui na divulgação do ambulatório, por ser militante da ASTRA (Associação de Transexuais e Travestis de Sergipe), o que ajuda a identificar a população Trans. O ambulatório também trabalha com pessoas em situação de rua, que traz novas demandas, como o uso do silicone industrial e suas consequências na saúde das pessoas Trans.

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest