Primeira etapa

20200513-banner_ver001

Primeira etapa – Intercâmbio de Experiências

  • As experiências inscritas serão avaliadas por um Grupo de Curadoria, responsável por analisar todas as experiências inscritas, selecionando as que serão divulgadas na plataforma.
    • Os curadores avaliarão se as propostas condizem com a Política Nacional de Atenção Básica/Primária e com as recomendações da Organização Mundial de Saúde para enfrentamento da pandemia. Todas as propostas que obedecerem a estes dois requisitos serão aprovadas.
    • o Grupo também poderá entrar em contato com as experiências inscritas para melhoria do relato, coleta de mais informações, entre outras atividades.
  • As experiências aprovadas passarão a fazer parte do Banco de Experiências e ficarão imediatamente à disposição para serem acessadas pelo público em geral.

RECONHECIMENTO E INTERCÂMBIO DE CONHECIMENTO

As experiências aprovadas nesta fase passarão a integrar as atividades promovidas pelo Ministério da Saúde e OPAS, como forma de reconhecimento e validação do trabalho realizado.

  • Os autores das práticas selecionadas terão acesso a:
      • materiais e conhecimentos de outras experiências similares, desenvolvidas pelo Brasil;
      • acesso a documentação relevante, tanto acadêmica como literatura técnica;
      • apoio da equipe técnica da SAPS para o desenvolvimento do projeto; e
      • apoio na redação dos relatos da experiência que serão divulgados site do Portal da Inovação, Ministério da Saúde e de parceiros.
      • participação em estratégias de comunicação já desenvolvidas pela OPAS/OMS e Ministério da Saúde como nos ciclos de debates (lives) para discussão e organização da APS, material informativo etc.

Choose Your Style