Plataforma web reúne pesquisas sobre o Programa Mais Médicos

A Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil (Opas Brasil) e a Rede de Pesquisa em Atenção Primária à Saúde da Abrasco lançaram nos dias 8 e 9 de abril, em Brasília, uma plataforma web para a divulgação de pesquisas relacionadas ao Programa Mais Médicos. A iniciativa responde à necessidade de se dispor de um espaço comum para o intercâmbio de informações e conhecimentos relativos às principais pesquisas que estão sendo realizadas no âmbito do Programa Mais Médicos. A criação de um acervo de projetos e pesquisas no site da Rede de Pesquisas em APS busca conhecer a implementação e o impacto desta iniciativa e divulgar os conhecimentos e evidências  gerados pelas pesquisas em curso.

“Os conhecimentos originados pelas investigações avaliativas sobre o Programa Mais Médicos possibilitará a identificação de forças e  debilidades do programa, assim como a detecção de eventuais áreas que necessitam de mais estudos, bem como apresentar os conhecimentos mais relevantes para outros países da Região das Américas”, explica Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica responsável pelo Programa Mais Médicos na Opas Brasil. Os temas objeto das pesquisas podem referir-se a várias áreas, desde a análise dos processos de implementação e gestão do programa até os seus impactos na saúde da população e na organização do sistema de serviços de saúde com destaque para:

mudanças nas condições de saúde da população beneficiária atribuíveis à provisão de médicos pelo PMM;

satisfação da população usuária com os serviços proporcionados pelos médicos do programa;

fortalecimento de sistemas municipais e estaduais de saúde baseados na APS.

O acervo da plataforma incluirá pesquisas de diversos tipos e metodologias, inclusive teses de mestrado e doutorado, abrangendo temas específicos ou gerais e âmbitos locais, regionais ou nacional. A iniciativa, fruto de um trabalho em conjunto entre a Unidade Técnica responsável pelo Programa Mais Médicos e a Unidade Técnica de Sistemas e Serviços de Saúde da Opas/Brasil com a Rede de Pesquisa em APS, também prevê a publicação de uma edição especial da Revista do Cebes e contará com o apoio do Portal da Inovação na Gestão do SUS (www.apsredes.org), Fiocruz, Cebes, Abrasco, Conass e Conasems.

Participação de pesquisadores

A Rede de Pesquisa em APS possui cerca de cinco mil pesquisadores que podem informar seus respectivos trabalhos na plataforma web. Por meio de um breve formulário online, disponível no site da Rede APS, os pesquisadores que estejam participando ou coordenando (ou finalizado) pesquisas sobre o Programa Mais Médicos podem participar da iniciativa.

http://www.rededepesquisaaps.org.br/pesquisa-sobre-o-mais-medicos/

Também é possível divulgar algum tipo de documento relativo à pesquisa (projetos de pesquisa, relatórios, instrumentos de pesquisa, publicações, outros). Basta enviar a informação por e-mail  para inaiara@rededepesquisaaps.org.br, para sua publicação no site da Rede.

 

Fonte – Portal da Inovação na Gestão do SUS

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Comentários