Pesquisa reslizada pela Fiocruz nos esgotos tem seus estudos revelados

download (3)

O projeto de vigilância do novo coronavírus em esgotos de Niterói teve resultados publicados no periódico Water Research, uma prestigiada revista científica internacional. A identificação do vírus nas tubulações permitem ações de saúde pública e medidas de prevenção mais rápidas. A publicação contempla o período de abril a agosto de 2020, quando foram coletadas 223 amostras. A iniciativa é da Fiocruz, em parceria com a prefeitura do município e a concessionária Águas de Niterói.

Os dados são utilizados para produzir mapas de calor, caracterizando a transmissão nas diferentes regiões da cidade. Um dos exemplos do uso da metodologia foi na comunidade Boa Esperança, em Piratininga, em que ao identificar o vírus no esgoto, equipes do Programa Médico de Família agiram diretamente com a população para conter a disseminação da doença.

O secretário de saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, comemorou a divulgação do resultado, a parceria com a Fiocruz e o trabalho intersetorial com a concessionária Águas de Niterói, bem como com as secretarias municipais de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão; de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (além do Sistema de Gestão da Informação – SIGeo). “Segundo a Fiocruz, Niterói foi escolhida pela qualidade de integração e alcance da sua rede de atenção básica/primária”, afirmou.

O artigo científico em inglês pode ser conferido no link: bit.ly/PesquisaEsgotoCovid

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Comentários