APSREDES

Pandemizando o Controle Social: A Comissão de Educação Permanente como articulação e fortalecimento do SUS em Porto Alegre/RS

capa-25-10

A CEPICSS Ampliada (Comissão Estadual de Educação Permanente, Informação e Comunicação para o Controle Social no SUS) transferiu as reuniões presenciais para virtuais durante a pandemia de Covid-19, para promover a educação permanente e o diálogo com os conselheiros municipais, representantes do Núcleo Regional de Educação em Saúde Coletiva (NURESC), população gaúcha e demais agentes do controle social de saúde no Rio Grande do Sul. As reuniões acontecem a cada dois meses e são divulgadas via redes sociais e e-mail aos conselhos municipais de saúde. Para manter o contato sempre ativo com os integrantes foi criado um grupo no WhatsApp, ampliando, também, a rede de participantes.

Cada reunião é dividida em quatro momentos: acolhimento; atualização do contexto da pandemia; debate sobre a situação da pandemia nos municípios gaúchos; e, encaminhamentos para a próxima reunião. Thayná Carvalho, residente em Gestão em Saúde na Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul e atuante no Conselho Estadual de Saúde do RS, destaca a mobilização realizada com os atores. “O trabalho foi constituído por um coletivo composto por várias entidades. Com a pandemia, a comissão voltou às discussões totalmente para o enfrentamento da Covid-19, de forma online. O objetivo foi promover espaços de escuta aos conselheiros de saúde de articulação e deliberação entre os diversos agentes de controle social no estado e, com isso, fortalecer o papel da educação permanente na participação social no SUS, assim como, acompanhar a atualização da pandemia e as ações dos municípios no contexto da Covid-19”, disse.

Sobre os resultados alcançados e algumas dificuldades, a residente aponta: “A maior parte dos resultados são qualitativos, ou seja, não mensurável por indicadores. De forma quantitativa, obtivemos, a cada reunião – que ocorre bimestralmente – um aumento no número de participantes. De forma qualitativa, recebemos os relatos, durante os debates, da importância da CEPICCS Ampliada para discutirmos a questão da pandemia no território gaúcho. Mesmo após um ano de CEPICCS Ampliada online, ainda temos conselheiros com dificuldade na utilização das plataformas virtuais. Para superar esse obstáculo, temos entrado em contato com esses conselheiros e os auxiliando nos problemas técnicos, tanto para acessar à plataforma, quanto para utilizá-la”.

“A CEPICSS Ampliada teve a capacidade de promover a educação permanente gerando trabalhos de combate ao coronavírus, a troca de experiências, o fortalecimento do controle social e todas as tarefas de defesa do SUS público e universal”, finaliza Thayná Carvalho.

 

Esta experiência participou da Oficina Virtual, confira na íntegra:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram