APSREDES

OPAS/OMS Brasil, SES/MG e COSEMS-MG discutem Redes de Atenção à Saúde

Um evento considerado de grande relevância para a discussão de Redes de Atenção e APS, o Seminário “Estado e Municípios Mineiros Construindo Redes de Saúde” contou com importante participação do público e a presença de autoridades e especialistas para abordagem do tema. Leia aqui uma síntese do temas abordados pelos palestrantes.

 

O consultor em Saúde Pública da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass), Eugênio Vilaça, abordou os principais problemas e soluções do SUS em Minas, ressaltando a “contribuição singular” do estado ao implantar a Classificação de Risco, por meio do Protocolo de Manchester. “Minas Gerais se tornou o mais importante laboratório de construção de redes de atenção à saúde, e eu diria, sem exageros, o maior de toda a América Latina”. Entre os destaques, ele citou o melhor exemplo que se consolidou no Brasil, o caso da rede de urgência e emergência na Macro Norte.

 

O coordenador da Unidade Técnica de Serviços de Saúde da OPAS, Renato Tasca, esclareceu questões acerca da gestão das Redes de Atenção à Saúde por meio das Linhas de Cuidado. Após revelar cenários de crise na saúde em países como China e Estado Unidos, Tasca apresentou uma série de práticas inovadoras de atenção às condições crônicas de saúde. Dentre elas destacam-se: o uso eficiente de recursos com mais equidade e a melhor qualidade técnica de diagnósticos. Segundo o coordenador “o Brasil possui uma rede de saúde pública presente e avança, quando investe na prevenção, já que, a longo prazo, este investimento volta em termos de aumento da renda per capta e economia com tratamentos futuros”.

 

A Diretora do Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistema do Ministério da Saúde (MS), Maria do Carmo, evidenciou as políticas do órgão federal na implementação das Redes de Atenção à saúde junto aos estados e municípios. Segundo Maria do Carmo, o MS esta priorizando a construção de redes temáticas, com ênfase em algumas linhas de cuidado, como por exemplo, a Rede Cegonha.

 

A importância da articulação entre o municípios para o bom funcionamento das redes de atenção foi tema da palestra do presidente do Cosems-MG, Mauro Guimarães, que apresentou o projeto “Apoiador”, que auxilia os gestores municipais e presidentes dos Cosems regionais, subsidiando suas ações.  Para o Secretário Antônio Jorge “este é um momento ímpar na construção do Sistema de Saúde. O apoio do ministério da saúde demonstra um alinhamento conceitual que vai produzir uma sinergia para a pactuação da construção das redes de atenção. Esta aproximação entre os entes federal e estadual irão render bons frutos”.

 

Navegador SUS – A Opas lançou no encontro mais uma publicação da Série Técnica NavegadorSUS, coleção de seis livros, editados e publicados em parceria com o Ministério da Saúde, Conass e Conasems. A série tem como público alvo os gestores envolvidos no desenvolvimento SUS e como tema central, as Redes de Atenção à Saúde.

 

Um dos lançamentos foi um número especial da série o livro de autoria de Eugênio Vilaça Mendes com o título As Redes de Atenção à Saúde, um número de grande sucesso, com altíssimo número de downloadsno site http://new.paho.org/bra/apsredes/.

 

Outro lançamento tem como autoria o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, que descreve a Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião Norte de Minas Gerais. Outro autor é Eugênio Vilaça.

 

Fonte: Agência Minas

 

Para quem não teve a oportunidade de participar, o Portal de Redes e APS da OPAS disponibiliza as apresentações realizadas no Seminário pelos palestrantes.

icon A construção das Redes de Atenção à Saúde no Estado de Minas Gerais – Antonio Jorge – SES MG (2.05 MB)

 

icon Redes de Atenção à Saúde coordenadas pela APS: resposta aos desafios da crise global dos sistemas de Saúde – Renato Tasca – OPAS/OMS (858.5 kB)

 

icon As redes de atenção à saúde – Eugênio Vilaça Mendes (3.45 MB)

 

icon Implantação das redes de atenção à saúde – Maria do Carmo – Ministério da Saúde (1.59 MB)

 

icon Sistema Estadual de Transporte em Saúde – SETS – Marta de Sousa Lima – SES MG (3.38 MB)

 

icon Integrando iniciativas governamentais na efetivação das redes: Rede Viva Vida, a Rede Cegonha e o Mãe Cegonha e os Mães de Minas – Maurício Botelho – SES MG (2.32 MB)

 

icon A importância da articulação dos municípios para o bom funcionamento das redes de atenção – Mauro Junqueira – Cosems MG (1.53 MB)

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram