OPAS investe em produção de conhecimento sobre Atenção Primária à Saúde Forte

Francisco Pádua da SMS de Teresina apresenta a APS

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil, por meio da iniciativa do Laboratório de Inovação, promove a produção de três Estudos de Caso para sistematizar as inovações realizadas pelas secretarias de saúde de Porto Alegre, Teresina e do Distrito Federal na Atenção Primária à Saúde (APS) destes territórios. Os documentos serão produzidos por pesquisadores da Rede APS da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). O planejamento das atividades para a elaboração dos estudos foi discutido nesta quarta-feira (06/02), em uma oficina com representantes das secretarias de saúde, da Abrasco, da OPAS e do Ministério da Saúde, em Brasília.

“O conhecimento sistematizado por meio dos Estudos de Caso marcará a primeira fase do Laboratório de Inovação em Atenção Primária à Saúde Forte, iniciativa promovida pela OPAS, com apoio do Ministério da Saúde, que começou em 2018 com as três secretarias de saúde e continua neste ano com  a inclusão de novos entes federados”, explica Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica de Sistemas e Serviços de Saúde da OPAS.

Participaram da oficina os pesquisadores da Abrasco, envolvidos na elaboração dos Estudos de Casos, Ligia Giovanella, Luiz Augusto Facchini, Aylene Bousquat, Elaine Thume, Fulvio Nedel, Luciano Bezerra, Nelson Filice de Barros, Patty Fidelis e Sandro Rodrigues. Os representantes da SES de Porto Alegre, Thiago Frank, da SMS de Teresina, Francisco Pádua, e da SES do Distrito Federal, Alexandra Miranda, José Eudes Barroso Vieira e Simone Schwartz,  tiveram a oportunidade de detalhar os resultados alcançados após as mudanças implementadas na APS. Pelo Ministério da Saúde, estiveram presentes os assessores do Departamento da Atenção Básica, Erika Rodrigues de Almeida e Francy Webster de Andrade Pereira.

O Laboratório de Inovação sobre Atenção Primária em Saúde Forte (APS Forte) acompanhou durante o ano de 2018 as principais atividade desenvolvidas na APS de Porto Alegre, Teresina e Distrito Federal por meio de realização de visitas técnicas nos territórios para promover a troca de conhecimentos, especialmente, sobre estratégias para a ampliação do acesso da população aos serviços da APS e melhoria da qualidade da atenção à saúde prestada aos usuários.

Acesse as apresentações das secretarias de saúde:

Saiba mais sobre o Laboratório de Inovação aqui.

Veja os documentários sobre a APS em Porto Alegre e no Distrito Federal.

Saiba mais sobre as recomendações da OPAS para APSForte

Oficina do Laboratório de Inovação em APS Forte para realização de Estudo de Caso

Tiago Frank, da SMS de Porto Alegre, apresentando a APS do município

Apresentação da APS do Distrito Federal realizada pela servidora Alexandra Miranda/SESDF