OPAS facilita o acesso ao conhecimento científico e técnico sobre Recursos Humanos em Saúde

O site do  Observatório Regional de Recursos Humanos em Saúde (RHS) da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) colocou à disposição dos usuários, neste mês, acesso direto à produção técnico-científica e literatura não convencional (cinzenta) sobre RHS. A iniciativa permite realizar pesquisas na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), com mais de 150 mil títulos; no repositório com a literatura cinzenta identificada pela Rede Regional de Observatórios de RHS, composto por mais de 1.200 documentos; e consultar os painéis de indicadores infométricos da literatura publicada nas bases de dados Medline (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online) e Lilacs (Literatura Latino-Americana e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde).

“É fundamental facilitar o acesso de gestores, pesquisadores, profissionais de saúde e estudantes da temática de RHS ao conhecimento acumulado e às experiências documentadas por meio desta rica produção científica e técnica da Região e do mundo”, explica a coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS no Brasil, Mónica Padilla.

Para agilizar o acesso às evidências por temas, os documentos disponíveis na interface de busca e no repositório também estão organizados em 10 grandes categorias temáticas como política de RHS, emprego, educação, planificação e em subcategorias como, exercício profissional, planejamento de RHS, gastos/salários, formação, entre outras.

Com o objetivo de fortalecer a produção e a divulgação de evidências corroborando com a agenda de desenvolvimento de RHS dos países, a iniciativa foi desenvolvida pela Secretaria de Gestão do Trabalho e a Educação do Ministério de Saúde do Brasil (SGTES/MS) com a OPAS/OMS Brasil, a BIREME/OPAS/OMS, com o apoio dos Observatório Regional de RHS e dos escritórios Sub-Regionais de Centro América e América do Sul da OPAS/OMS.

A interface de busca na BVS permite a recuperação de documentos indexados nas principais bases de dados internacionais disponíveis, como Medline, Lilacs e outras, inclusive no próprio repositório técnico-científica de RHS, tendo como resultado a disponibilização, até setembro, de mais de 159 mil documentos.

Com a ampliação do registro da literatura cinzenta (literatura não convencional) na área de RHS na América Latina e no Caribe – tais como relatórios, guias, políticas e outras publicações técnico-científicas, produtos de ações estratégicas executadas com a Rede de Observatórios de RHS existentes nos países – foi criado o repositório que possibilita a busca por meio de filtros por assunto, ano de publicação, instituição, país de publicação, idioma, entre outros atributos. O repositório segue orientação da Rede de Observatórios da América Latina e Caribe, somando, em setembro, mais de 1.200 documentos. Essa base também fortalece a Lilacs com a entrada e indexação desse conteúdo na mesma.

Foram também realizados estudos de infometria da literatura técnica-científica sobre RHS publicados entre 1998 a 2017, utilizando a base de dados Lilacs (10.388 documentos contemplados) e Medline (24.818 documentos). Com o resultado é possível desenvolver painéis com indicadores infométricos contendo desde dados gerais da produção, evolução da distribuição de documentos por eixo temático e mapeamento dos assuntos de cada base.

Acesse o site do Observatório Regional de Recursos Humanos em Saúde (RHS) – https://www.observatoriorh.org

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest