OPAS chama gestores e sociedade para fortalecer a atenção primária como base para a saúde universal

24 de abril de 2019 – A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, instou gestores estaduais de saúde do Brasil e representantes da sociedade a fortalecerem a atenção primária como base para a saúde universal – tema do Dia Mundial da Saúde deste ano. “Precisamos de uma atenção primária à saúde forte e transformadora. É necessária uma abordagem integrada, eficiente e organizada, com equipes de saúde interdisciplinares que se transformam em redes. Precisamos de um sistema onde o indivíduo esteja no centro de um atendimento acolhedor, respeitoso e de qualidade”, enfatizou.

Na cerimônia de posse da nova diretoria do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), em Brasília, Etienne celebrou a longa parceria entre a OPAS e a instituição. “Nossa relação já existia antes mesmo de firmamos nossa primeira cooperação técnica. Através dos anos, temos trabalhado juntos, lado a lado, para fortalecer o Sistema Único de Saúde. Repito o que disse em visita ao Brasil no último ano: o SUS é um exemplo para o mundo. Vocês têm em suas mãos uma joia da qual todos nós devemos nos orgulhar”, afirmou Etienne, parabenizando os novos membros da gestão.

Durante sua missão no Brasil, Etienne também se reuniu com o Conselho Nacional de Saúde (CNS), instância colegiada, deliberativa e permanente do SUS, e renovou o compromisso da Organização com a participação da sociedade para a construção de sistemas e serviços que garantam o pleno direito à saúde para todas e todos, em todos os lugares. Em encontro com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), ressaltou que a construção coletiva e ascendente é fundamento sobre o qual deve ser construído um sistema que atenda à universalidade e a padrões de integralidade, mas que também respeite a diversidade regional e local de um país continental como o Brasil.

Etienne também agradeceu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, por sediar o lançamento da 17ª Semana de Vacinação nas Américas, que ocorreu no dia 22 de abril, em Cuiabá, Mato Grosso. Reafirmou também o compromisso da Organização em trabalhar com o país para manter a população imunizada contra doenças perigosas como o sarampo e a pólio, um elemento básico para o alcance da saúde universal. “É uma ótima oportunidade para trabalharmos juntos para aumentar as coberturas vacinais e proteger nossas comunidades, oferecendo às pessoas o mais alto nível de saúde e bem-estar”.

Nursing Now Brasil

Nesta quarta-feira (24), Etienne também esteve presente na mesa de abertura de lançamento da campanha Nursing Now Brasil – iniciativa que, no país, é encabeçada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e pelo Centro Colaborador da OPAS/OMS para o desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem, vinculada à Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Com o lema “Onde há vida, há enfermagem”, a campanha busca valorizar os profissionais de Enfermagem, peça importante para o cumprimento de metais globais, nacionais e locais de saúde. “A OPAS reconhece que, para chegarmos à saúde universal, deve haver transformações nos sistemas de saúde com base na atenção primária de saúde. E digo que enfermeiras e enfermeiros são a chave para o alcance da saúde universal”. A diretora também ressaltou a necessidade de proporcionar aos profissionais de enfermagem a oportunidade de capacitação com base nos pilares previstos em Alma-Ata: equidade, solidariedade e direitos humanos. “Precisamos acabar com as barreiras para que as pessoas possam ter acesso à saúde”.

A campanha global Nursing now, executada em colaboração com a Organização Mundial da Saúde e o Conselho Internacional de Enfermeiros, tem o objetivo de melhorar a saúde das populações elevando o perfil e status da enfermagem em todo o mundo, capacitando enfermeiros para que ocupem seu lugar no centro dos desafios de saúde do século XXI.

Fonte: OPAS no Brasil

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest