APSREDES

Manejo da atenção às condições crônicas: uma proposta de modelo de atenção para condições crônicas na Atenção Primária à Saúde

A solução para as deficiências do SUS em responder às condições crônicas passa pela superação do sistema fragmentado vigente por meio da implantação das redes de atenção à saúde, com modelos de atenção que se diferenciam, profundamente, em relação às condições agudas e às crônicas. Dr. Eugênio Vilaça Mendes escreve para o Portal de Redes de Atenção sobre o manejo das condições crônicas na APS.

 

O texto aborda o conceito de condição crônica; o problema do enfrentamento das condições crônicas no SUS; a solução para o problema do manejo das condições crônicas no SUS: as redes de atenção à saúde; e, um novo modelo de atenção às condições crônicas na Atenção Primária à Saúde.

 

Acesse o texto:

 Manejo da atenção às condições crônicas: uma proposta de modelo de atenção para condições crônicas (429.32 kB)

 

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram