Logística, um desafio para AD

Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes
Secretaria Municipal de Saúde
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 – Centro
Embu das Artes
Telefone: (11) 4704-3537
saude@embudasartes.sp.gov.br
www.embudasartes.sp.gov.br
ROTEIRO PARA INSCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA:
1. Instituição proponente: SADS – Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde
• Endereço: Av João Paulo I, nº 95, Jd. São Luis
• Município/Estado: Embu das Artes / SP
• CNPJ: 46523114/0001-17
2. Autor (es):
Jânio Yoshinobu Inoue
Carla Lima Freitas
Ilka Maria Souza Manrique
Regiane Carvalho
José Ricardo Martins
Cristiane Maria Peres
Adriana Ponciano de Jesus
Carin Cristina Pereira Dias
Daniela dos Santos Ferreira de Souza
Katriana Sousa de Jesus
Magda Cantolli Tavares
Vany Orneles Pereira Rego
Jeusa Alves dos Santos
Joelma Vieira Diniz Mafra
3. Contato:
• Telefone: : (11) 4778-3769
(11) 4704-2665
• E-mail de contato: sadsembu@gmail.com
no-breastcancer.com
4. Eixo I: Gestão da Atenção Domiciliar
5. Tema Principal: IMPORTÂNCIA DO TRANSPORTE, LOGÍSTICA E INFRAESTRUTURA NO DESENVOLVIMENTO E ORGANIZAÇÃO DA AD.
6. Título do Trabalho: LOGÍSTICA, UM DESAFIO PARA AD.
Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes
Secretaria Municipal de Saúde
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 – Centro
Embu das Artes
Telefone: (11) 4704-3537
saude@embudasartes.sp.gov.br
www.embudasartes.sp.gov.br
No segundo trimestre de 2011, mais exatamente no mês de maio, iniciou-se uma alteração no planejamento do serviço, após agumas reuniões com a equipe, que solicitaram mais autonomia para trabalharem, e decidirem as questões mais simples do trabalho.
Após esta definição o planejamento ficou da seguinte forma:
As visitas do período manhã ou tarde, seriam localizadas no mesmo bairro, ou seja, o máximo de pacientes no menor perímetro percorrido possível.
Todos os funcionários da equipe opnavam sobre a logística do dia além de sinalizarem as visitas prioritárias, aquelas que necessitavam de uma visita mais breve.
É importante ressaltar que cada veículo saia com quatro profissionais, sendo dois de nível superior e duas de nível médio. Por exemplo: médico com auxiliar de enfermagem e fisioterapeuta com uma auxiliar de enfermagem. Estas dupla entram em casas diferentes simultaneamente, ou seja dois pacientes diferentes que moram próximos recebem a visita do SADS ao mesmo tempo com um único carro a disposição. Esta logística de trabalho considero a mais difícil para ser denvolvida pois requer conhecimento dos pacientes e mais ainda, do território, para que não haja pacientes sem atendimento nas proximidades das visitas programadas.
Os pacientes eram avisados por telefone no dia útil anterior a visita, melhorando e quase acabando totalmente com o absenteísmo.
Em 2010 a equipe tinha uma produção média de 428,5 atendimentos por mês contando com uma equipe de duas auxiliares de enfermagem 40hs, um enfermeiro 40hs, um fisioterapeuta 30hs e um médico 20hs, além de um administrativo e dois carros exclusivos para o serviço.
Após este novo modelo de trabalho implantado, a produção subiu para uma média de 533,7 atendimentos por mês da equipe. Um aumento de 105,2 atendimento por mês para a mesma equipe, ou seja, sem qualquer alteração dos profissionais da equipe e matendo a mesma infraestrutura com dois carros 40 hs. Ressalto que a qualidade do atendimento se manteve ótima, mesmo com o aumento do rendimeto da equipe, pois poderia haver uma queda na qualiadade de atendimento principalmente quando se exige mais da equipe. Como confirmação deste resultado a equipe se mantem até hoje sem queixas na ouvidoria.
Transporte para a equipe se torna indispensável para percorrer toda a extensão do território municipal, além de enfrentar as adversidades climáticas como
Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes
Secretaria Municipal de Saúde
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 – Centro
Embu das Artes
Telefone: (11) 4704-3537
saude@embudasartes.sp.gov.br
www.embudasartes.sp.gov.br
calor, chuva, frio e até mesmo terrenos acidentados com transito de veículos muito difíceis. Todos estes dados devem ser levados em conta antes de montar a grade de pacientes do dia e ter o bom senso da impossibiliade da equipe realizar visitas por motivos naturais.
A participação dos trabalhadores na construção da logistaica perfeita é fundamental para minimizar erros e melhorar o aproveitamento do trabalho ao longo do dia e proporcionando um aumento significativo da produção no final de cada mês.
A equipe do SADS entende que as decisões devem ser tomadas em grupo, possibilitando a escuta de todos da equipe incluindo os motoristas e a parte adminstrativa, assim permitimos que todos façam parte da organização e do desenvolvimento do serviço, tornando o SADS uma equipe unida e focada no objetivo princiapal que é o bem estar do paciente em sua residência .

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Comentários