APSREDES

Melhoria do Acesso à Pessoa com Estomia de Eliminação no Município de Florianópolis a Partir da Implantação de Dois Fluxogramas de Atendimento

Tema do relato:
Enfermagem no contexto das Redes de Atenção à Saúde/do SUS

Sua experiência está relacionada a que área:
Gestão em saúde

Instituição onde a experiência se desenvolve/desenvolveu (serviço/instituição)
Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis

Autor(es) Principal
Guilherme Mortari Belaver
Autor(es)
Cilene Fernandes Soares
Elizimara Ferreira Siqueira
Priscilla Cibele Tramontina

Situação atual da experiência
Em estágio avançado de execução

Data de início da experiência
2021-05-26

Confeccionar uma estomia representa um marco na vida da pessoa que se submete a tal procedimento, despertando modos singulares de enfrentamento desta nova condição. Adaptar-se a ser ou estar com estomia constitui um processo complexo. Cuidar dessas pessoas também se constitui como algo complexo, sendo necessário que o profissional desenvolva habilidades e competências adequadas para atuar na adaptação e reabilitação (PAULA; TAKAHASHI, 2014). Na Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis (SMS Florianópolis), o atendimento e acompanhamento da pessoa com estomia de eliminação é realizado no Serviço de Referência à Pessoa com Estomia (SRPE), vinculado à média complexidade, onde é realizado o cadastro para recebimento dos materiais de estomia, gerenciamento destes materiais, consultas de enfermagem para educação em saúde com foco no autocuidado, identificação de dificuldades com uso dos dispositivos ou complicações. O SRPE atua como suporte às equipes de saúde da família, em especial aos enfermeiros de equipe, no que tange a dúvidas ou necessidades relativas às pessoas com estomia. Atualmente, 278 pessoas com estomias estão vinculadas ao SRPE. Os materiais de estomias são fornecidos mensalmente ao município pela Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina (SES/SC). Aos enfermeiros da Atenção Primária à Saúde (APS) é reservado o cuidado básico à pessoa com estomia, incentivo ao autocuidado, à promoção da saúde e à prevenção de complicações. O SRPE conta atualmente com um enfermeiro, que realiza os atendimentos à pessoa com estomia e familiares, atua na prevenção e tratamento de intercorrências e adaptação aos equipamentos, além do suporte assistencial aos enfermeiros da APS. Tem suporte da gerência de enfermagem do município.

Galeria

Apresentação