Português

A estratégia do Laboratório de Inovação em Saúde (LIS) foi idealizada pela OPAS/OMS no Brasil, em 2008, para agregar uma nova ferramenta nas atividades de cooperação técnica a partir da compreensão de que diversas inovações são produzidas no Sistema Único de Saúde (SUS) para atender às necessidades em saúde das populações nos diversos territórios. Os Laboratórios de Inovação têm como propósito a identificação, a sistematização, a troca de conhecimentos e a divulgação de experiências que agregam valor aos serviços e às práticas cotidianas de saúde. Entende-se que os LIS possam ser uma ferramenta útil também para a compreensão e o desenvolvimento de soluções criativas que atendam às necessidades dos sistemas de saúde dos demais países da Região. Pela 2ª vez, a iniciativa do LIS abrangerá experiências internacionais, em especial, da América Latina e do Caribe, propiciando o intercambio das experiências bem-sucedidas entre os países. A primeira iniciativa aconteceu em 2011, quando o CNS e a OPAS/OMS no Brasil realizaram o “Laboratório de Inovação sobre a Inclusão de Cidadãos na Implementação de Políticas Públicas de Saúde”, que resultou no reconhecimento público de dezessete experiências – doze brasileiras e cinco internacionais – sobre participação social em saúde e em outros setores da gestão pública. Conheça mais em https://apsredes.org/edicoes-participacao-social/.

Nesta edição, o LIS busca captar e documentar os conhecimentos considerados bem-sucedidos e inovadores das experiências desenvolvidas de participação social nos âmbitos da elaboração e implementação das políticas de saúde, do monitoramento da gestão, da atenção e dos resultados de saúde, além da mobilização e da formação de lideranças, e que apresentam contribuições para a melhoria dos processos de trabalho, dos serviços e dos sistemas de saúde, colaborando para a efetivação do direito humano à saúde. Por meio deste Edital pretende-se também gerar conhecimentos de forma ascendente sobre o controle social e a participação social como subsídios para fortalecer políticas dos sistemas de saúde dos países da América Latina e Caribe, na perspectiva de sistemas comparados de saúde.

Por meio deste Edital

pretende-se também gerar conhecimentos de forma ascendente sobre o controle social e a participação social como subsídios para fortalecer políticas dos sistemas de saúde dos países da América Latina e Caribe, na perspectiva de sistemas comparados de saúde.

Dias
Horas
Minutos
Segundos
Inscrições encerradas