Laboratório de Inovação: Informe Semanal do CES/RS é motivador para o grupo

O projeto está entre os selecionados no edital lançado pelo CNS e pela OPAS

Em dezembro de 2020, pouco depois de ser eleito presidente do Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul (CES/RS), Claudio Augustin foi intubado. Naquele momento, ele passava a engrossar as estatísticas das vítimas mais graves da Covid-19 no país. A preocupante situação mobilizou toda a equipe do Conselho, que já atuava em busca de ações que pudessem auxiliar no combate à pandemia. Em março deste ano, ainda com Augustin em estado grave, o grupo deu início a uma importante iniciativa.

A primeira edição do Informe Semanal do CES/RS chegou à caixa de e-mails de mais de 1.100 contatos registrados. As redes sociais da entidade também foram utilizadas para o projeto, que tem por objetivo facilitar o acesso à informação sobre as medidas tomadas, e necessárias que sejam feitas por todos os cidadãos, no combate à pandemia.

“O Cláudio Augustin realmente veste a camisa do Conselho e é de grande representação. Quando ele foi internado a gente se sentiu sem chão, mas houve uma força também em levar o Conselho, para que ele possa se orgulhar do que fizemos, sem deixar a peteca cair”, contou a presidente interina do Conselho Estadual de Saúde, Inara Beatriz Amaral Ruas.

Coordenado pelo Grupo de Trabalho (GT) de Comunicação, o Informe Semanal do CES/RS circula de forma ininterrupta desde março, e alcança um público hoje incalculável, por meio da distribuição em aplicativos de mensagem e redes sociais. São sete pessoas trabalhando de forma virtual, responsáveis pela curadoria das notícias que serão disparadas no informativo. Tudo só é liberado ao público depois de uma rigorosa análise, feita pelos jornalistas que atuam no projeto. Entre eles, a própria Inara, que além de jornalista, também é enfermeira.

A iniciativa foi tão bem aceita que rompeu as barreiras digitais e foi selecionada pelo projeto pelo Laboratório de Inovação – Conselhos de Saúde e Participação Social na resposta à Covid-19, uma iniciativa do Conselho Nacional de Saúde (CNS), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil. O projeto busca conhecer experiências e projetos de participação social no enfrentamento à Covid-19.

“As pessoas falam de Covid, mas de repente, sentimos que falta insulina em algum local, medicamento no outro, e esse informativo é uma forma de aproximarmos os conselheiros e de levar nosso trabalho para eles para o público”, avalia Inara.

Residente pela Escola de Saúde do Rio Grande do Sul, Thayna de Oliveira Carvalho contabiliza os resultados. Segundo ela, desde que o projeto teve início, só na página do Conselho Estadual de Saúde em uma rede social houve um crescimento de 176% no número de visualizações, desde que os boletins começaram a ser publicados.

Thayna, contudo, levanta um problema ainda a ser enfrentado pelo grupo: as dificuldades de parte do público em acessar os informativos.

“A maior dificuldade ainda são as pessoas com problemas de lidar com as redes sociais.  Ainda têm muitas que não conseguem mexer com a tecnologia em geral”, alega.

Enquanto buscam fórmulas para facilitar o acesso ao projeto, o GT de Comunicação responsável pelo projeto já tem uma boa notícia: o presidente do grupo deixou recentemente a UTI onde estava desde dezembro internado. Os integrantes do Conselho esperam que, em breve, ele possa se unir ao grupo para pensar em novas ideias.

“A melhora dele é uma motivação a mais para nós”, garante Inara.

 

Saiba mais informações sobre o Laboratório de Inovação em: https://apsredes.org/participacao-social-na-resposta-a-covid-19/

Saiba mais sobre o boletim em: http://www.ces.rs.gov.br/inicial

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Comentários