Laboratório de Inovação em Enfermagem recebe inscrições de todas as regiões do país

01 de dezembro – Experiências de todas as regiões do país participam do Laboratório de Inovação em Enfermagem que recebeu 329 inscrições. A iniciativa, desenvolvida pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil e pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), vai selecionar, sistematizar e divulgar práticas exitosas praticadas no Sistema Único de Saúde (SUS) por enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem.  As inscrições ocorreram entre 23 de setembro a 30 de novembro, nos sites das instituições proponentes.

Os dois eixos temáticos do Laboratório de Inovação receberam quase o mesmo quantitativo de relatos: o tema “Ampliação do escopo de práticas da Enfermagem no SUS” teve 167 experiências inscritas e o da “Valorização da Enfermagem” conta com 162 relatos.

As Regiões Sudeste e Sul foram as que enviaram maior número de experiências: São Paulo (54 relatos), Rio de Janeiro (48), Minas Gerais (21) e Espírito Santo (6); Santa Catarina (38), Rio Grande do Sul (26) e Paraná (22), respectivamente. No Nordeste, os Estados da Bahia (15), Ceará e Pernambuco (11 em cada) foram os mais participativos. No Centro-Oeste e no Norte, os destaques foram o Distrito Federal (9) e o Pará (9).

“Ficamos muito entusiasmados com a adesão ao Laboratório de Inovação que demonstra a importância da categoria da Enfermagem para o fortalecimento do SUS e a riqueza de experiências a serem valorizadas nos campos do cuidado à saúde centrado no usuário, da formação dos profissionais, da atuação nos serviços e do desenvolvimento de pesquisas”, comemora a coordenadora da Unidade Técnica de Sistemas e Serviços da OPAS, Mónica Padilla.

Novo cronograma de atividades

Reunião na OPAS para afinar o instrumento de avaliação

A comissão organizadora do Laboratório de Inovação da Enfermagem se reuniu na semana passada, dia 29 de novembro, para afinar o instrumento de avaliação que será aplicado na primeira fase de avaliação. Os critérios observados em todas as 329 inscrições serão: caráter inovador, sustentabilidade, replicabilidade no SUS, institucionalidade e coerência da proposta relatada com o objetivo da intervenção, conforme previsto no edital.

Cada experiência será analisada por dois avaliadores e na discordância será acionado um terceiro parecer para definir a permanência ou não da experiência na iniciativa. O resultado da primeira etapa de seleção será divulgado no dia 13 de janeiro de 2020.

Cerca de 30 avaliadores participam do Laboratório de Inovação e  representam o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), a Associação Brasileira de Enfermagem (Aben), os Ministérios da Saúde (por meio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde e da Secretaria de Gestão do  Trabalho e da Educação na Saúde) e da Educação (com representantes da Secretaria do Ensino Superior), além de assessores da OPAS e do Cofen.

O cronograma também foi ajustado pela comissão organizadora para oportunizar os trâmites administrativos que demandará compras de passagens para que os selecionados na primeira fase apresentem as experiências em seminário que ocorrerá em Brasília. Desta forma o cronograma ficou o seguinte:

   
ETAPA DATAS
1ª Etapa – Divulgação das experiências selecionadas

 

13 de Janeiro de 2020
2ª Etapa – Seminário em Brasília 13 e 14 de Fevereiro de 2020

 

2ª Etapa – Divulgação dos selecionados

 

Fevereiro de 2020
3ª Etapa – Visitas Técnicas no território da experiência

 

Março e Abril de 2020
Resultado do Laboratório de Inovação

 

Abril de 2020
Cerimônia de Reconhecimento das práticas inovadoras

 

Junho de 2020

Fonte – Portal da Inovação

 

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest