APSREDES

“Crescer com saúde: experiência em educação nutricional em uma escola do Município de Campo Redondo-RN”

Autores do relato:

Lana Laysa da Costa Dantas Pinheiro lana-laysa@hotmail.com 84)98713685

Lana Laysa da Costa Dantas Pinheiro lana-laysa@hotmail.com 84)98713685

Contextualização

A Cidade de Campo Redondo, interior do Estado do Rio Grande do Norte, possui uma população estimada em 11.291 habitantes, sendo aproximadamente 49 % moradores da zona rural, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2020). Sua economia está pautada na agricultura familiar e criação de animais, sendo solo fértil para o plantio de diversas frutas, verduras e legumes.

Justificativa

No ano de 2019, foi realizado um levantamento de dados antropométricos de todos os escolares da rede pública municipal de Campo Redondo, com idade de 4 a 10 anos, onde constatou-se a prevalência de 25 % de sobrepeso, o que demonstra uma condição de saúde infantil preocupante. A partir disso, a nutricionista da Atenção Básica em Saúde, propôs a criação de um projeto com ações lúdicas que provocassem escolhas alimentares mais saudáveis, denominado “Crescer com saúde”.

Objetivo

Promover hábitos alimentares adequados e a levar a compreensão sobre os prejuízos causados por alimentos não saudáveis a escolares do Município de Campo Redondo-RN.

Metodologia

Como forma à implementar as ações de educação alimentar e nutricional foram realizadas visitas pré-agendas nas salas de aula das turmas do 1º ao 5º ano. Nas primeiras visitas foram apresentados conceitos básicos de nutrição, como, por exemplo, o que é a pirâmide alimentar a como aplicá-la na alimentação; o que são alimentos energéticos, construtores e reguladores, e quais são os seus benefícios; também foram colocados em sala de aula os prejuízos causados por alimentos não saudáveis (vilões da saúde), além de uso de casa de bonecas e fantoches. Com as crianças 5º ao 8 ano, foi utilizado um jogo interativo denominado “roda-a-roda da nutrição”, uma proposta lúdica onde permitiu que os próprios alunos fizessem parte ativa da dinâmica.

Atores envolvidos (institucionais e/ou coletivos)

Escolas Municipais de Campo Redondo – RN Atenção Básica de Campo Redondo-RN

Estratégias

Para a realização das atividades do projeto, foi utilizado teatro de fantoches, pirâmide de alimentos confeccionadas em feltro e a chamada “roda-a-roda da nutrição”, uma espécie de roda confeccionada de isopor. Essas ferramentas foram escolhidas por serem ferramentas lúdicas e de fácil aceitação pelas crianças.

Resultados alcançados

Pode-se concluir que as ações educativas ministradas durante o projeto proporcionaram, além da ampliação de conhecimentos sobre alimentação e nutrição. Isso foi percebido através dos questionamentos e preocupações relacionadas a boa nutrição demonstradas pelos próprios alunos nas últimas intervenções realizadas. O projeto encontrou dificuldade na execução em alguns momentos, pois algumas vezes o planejamento das atividades da escola não permitiu que as ações fossem executadas, somando-se a falta de importância das ações de educação alimentar relatada por alguns servidores das escolas. Com isso sugere-se que haja ações integradas entre as secretarias municipais de educação e de saúde, mostrando a importância de tal ações, de modo a envolver os funcionários da escola e os pais dos alunos.

Considerações finais

Em suma, percebe-se bons resultados através da experiência, onde através das ferramentas lúdicas, como alimentos em formato de feltro e jogos interativos, que fizeram aflorar entre os alunos o desejo por uma alimentação mais saudável. Ressalta-se, que mesmo que a localidade seja inserida em uma aréa com predomínio rural, na qual a agricultura familiar é fortemente inserida, estratégias como estas são importantes para a inserção de bons hábitos alimentares no futuro.