Debate 23/07 – O protagonismo da APS nos Comitês e Planos de enfrentamento da pandemia

O debate “O protagonismo da APS nos Comitês e Planos de enfrentamento da pandemia”, promovido pela iniciativa APS Forte no SUS – no combate à pandemia, abordará três experiências que demonstram a importância do planejamento, da integração das ações e de estruturas institucionalizadas para a organização da Atenção Primária à Saúde e coordenação da rede nos municípios. A troca de experiências será na próxima quinta-feira (23/07), às 17h, com transmissão no Portal da Inovação na Gestão do SUS (www.apsredes.org) e no Facebook @inovacaoemsaude.

A debatedora será Michelle Fernandez, professora e pesquisadora do IPOL/UnB. A moderação será realizada por Fernando Leles, Oficial Especialista de Sistemas e Serviços de Saúde da OPAS/OMS Brasil. O público pode enviar perguntas para os convidados por meio do site https://apsredes.org/participe/.

A atividade faz parte da agenda APS Forte no SUS – no combate à pandemia,  uma estratégia que estimula o debate e a divulgação de boas práticas da APS durante a pandemia de Covid-19. Foi proposta pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS/MS) e pela Organização Pan-americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil para mobilizar os profissionais de saúde.

Conheça as práticas convidadas para o debate:

 

  • JUNTOS SOMOS MAIS FORTES E PODEMOS MAIS, EM PELOTAS/RS: a Secretaria Municipal de Saúde de Pelotas se uniu às universidades locais UFPel e UCPel para reorganizar a APS do município no enfrentamento da pandemia. Formaram um comitê para planejar e coordenar estratégias conjuntas de fortalecimento da APS para evitar a sobrecarga da atenção hospitalar. A experiência permitiu o trabalho articulado em rede e o mesmo protocolo de organização dos serviços ofertados a toda população.

 

Convidada – Roberta Paganini Lauria Ribeiro, Secretária Municipal de Saúde de Pelotas/RS.

 

  • PLANO DE ENFRENTAMENTO AO CORONAVÍRUS (PRIMEIRA ONDA) EM LAGOA SANTA-MG, BRASIL: UM CASE DE SUCESSO: a experiência conta o planejamento para a reestruturação da rede de atenção à saúde do município para enfrentar a pandemia. Foram identificadas uma série de ações de adaptações da APS, contemplando medidas de precauções, controle, tratamento e monitoramento da Covid-19, além da continuidade do atendimento aos demais agravos de saúde.

 

Convidada – Maria Ivanilde de Andrade, Enfermeira da Unidade de Referência à Covid-19 do Hospital das Clínicas da UFMG e Gestora de Projetos e Programas da APS/LS.

 

  • APOIO À DISTÂNCIA À GESTÃO MUNICIPAL E ASSISTÊNCIA DA APS NO COMBATE A PANDEMIA DE COVID-19: Descreve a estratégia da Gerência de Atenção Primária à Saúde da SES Mato Grosso do Sul para apoiar às gestões municipais na APS do estado, capacitando quanto à organização dos serviços, por meio de ferramentas de comunicação à distância. Foi possível capacitar e definir as atribuições dos serviços da APS no manejo e controle da infecção por coronavírus, fortalecendo a resposta dos municípios.

Convidada – Karine Cavalcante da Costa, Coordenadora de Ações em Saúde DGAS/SES/MS.

 

Visite o site – https://apsredes.org/aps-forte-sus-no-combate-a-pandemia/

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest