Como parte das atividades da iniciativa APS Forte no SUS no combate à pandemia, três experiências do Sistema Único de Saúde participarão do debate virtual na próxima quinta-feira, 10 de setembro, às 17h. As práticas mostram estratégias utilizadas para ampliar e qualificar os atendimentos de urgência e emergência na Atenção Primária à Saúde (APS) no enfrentamento da Covid-19, como por exemplo a adequação de estruturas, a capacitação das equipes e o estabelecimento de fluxos na rede assistencial.

A debatedora convidada para este debate é a diretora científica da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, a médica Maria Inez Padula. O debate virtual será moderado pela coordenadora da Unidade Técnica de Sistemas e Serviços de Saúde e Capacidades Humanas da OPAS/OMS no Brasil, Mónica Padilla. A iniciativa APS Forte no SUS – no combate à pandemia foi desenvolvida pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil e pelo Ministério da Saúde, e visa divulgar experiências brasileiras de organização do enfrentamento à pandemia com base na APS.

O debate será transmitido no Portal da Inovação na Gestão do SUS (www.inovacaoemsaude.org ou www.apsredes.org) e também no facebook @inovacaoemsaude e no canal do youtube do portal.

O público poderá enviar perguntas para os convidados no endereço www.apsredes.org/participe.

Experiências convidadas:

  • BRASÍLIA – DF: Abordagem ao paciente grave com COVID-19 em unidade básica periférica do Distrito Federal

Descreve a experiência de uma Unidade Básica de Brasília para adequar estruturas e capacitar profissionais para reconhecer e conduzir um caso suspeito ou confirmado de COVID-19 que chegue até a unidade básica apresentando sinais de alarme, de insuficiência respiratória aguda ou parada cardiorrespiratória.

Ruan Ribeiro Ferrazza, residente da Escola Superior de ciências da Saúde da Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal.

 

  • SOROCABA – SP: Capacitação de profissionais multiplicadores da Atenção Básica em Urgência Emergência nos seus cenários de prática

Estratégia para capacitar equipes de trabalhadores das UBSs para o atendimento de Urgência/Emergência nos casos suspeitos ou confirmados de Covid-19, formando multiplicadores nas próprias Unidades, facilitando o fluxo de informações.

Diéssika Falleiros, supervisora da SMS Sorocaba/SP

 

  • ARAPIRACA – AL: A IMPORTÂNCIA DA SpO2 E OXIGENOTERAPIA NO MANEJO CLÍNICO DA COVID-19 NA APS

Iniciativa do município de Arapiraca para estruturar as unidades básicas de saúde para o manejo clínico-terapêutico dos pacientes suspeitos ou confirmados da COVID-19 incluindo, para casos graves, a estabilização clínica e o encaminhamento e transporte a centros de referência, serviço de urgência/emergência ou hospitalares.

Lousanny Caires Rocha Melo, Enfermeira especialista em UTI e Assessora Técnica de Atenção a Saúde de Arapiraca/AL.

Saiba mais informações em www.apsredes.org.

 

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest