Debate 02/07 – Vigilância em Saúde no contexto da pandemia: qual o papel da APS?

O Portal da Inovação na Gestão do SUS (www.apsredes.org) transmite, às 17h, na próxima quinta-feira (02/07) o debate virtual intitulado “Vigilância em Saúde no contexto da pandemia: qual o papel da APS?”. Participam três experiências inscritas na iniciativa APS Forte no combate à pandemia de Covid-19, desenvolvida pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Ministério da Saúde.

As experiências mostram a importância da integração da Atenção Primária com a vigilância em saúde, para possibilitar a real coordenação do cuidado. Serão apresentadas estratégias de reorganização da APS, monitoramento dos casos suspeitos e confirmados de Covid-19 e atendimento de saúde nas UBS Móveis para povos indígenas.

O debatedor será o coordenador da Unidade Técnica de Sistemas e Serviços de Saúde da OPAS no Brasil, Renato Tasca. A moderação será realizada pela coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS no Brasil, Mónica Padilla.

O debate será transmitido no Portal da Inovação na Gestão do SUS ( https://apsredes.org/) e no Facebook @inocacaoemsaude.

O público pode enviar perguntas para os convidados por meio do site https://apsredes.org/participe/

Confira as experiências convidadas:

  • Reorganização da APS para o enfrentamento da Covid-19 em Cannaã dos Carajás-PA: experiência do interior do Pará que descreve o processo de reorganização da APS para garantir o acesso de primeiro contato e a coordenação da Rede de Atenção à Saúde para o os sintomáticos respiratórios do município, por meio dos atendimentos presencias, teleatendimento, monitoramento clínico a distância e testagem dos suspeitos de COVID-19.

Eliana Pessoa do Vale, Enfermeira e Servidora pública do município de Canaã dos Carajás.

  • Monitoramento como estratégia de enfrentamento à Covid-19 em Dom Basílio-BA: o município traz a estratégia de monitorar todos os casos suspeitos ou confirmados de COVID-19, a fim de evitar a propagação da doença. A estratégia tem contribuído para a detecção precoce dos casos, possibilitando a notificação, acompanhamento e adoção de medidas de controle em tempo oportuno.

Valiane Loredo Félix – Enfermeira e Apoiadora institutcional da Atenção Básica de SMS de Dom Basílio, na Bahia

  • Promovendo a Saúde Indígena no contexto do enfrentamento do novo coronavírus no município de Manaus-AM: conta como Manaus organizou o atendimento de saúde para o enfrentamento do Covid-19 nas Unidades Básicas de Saúde Móveis em áreas de vulnerabilidade epidemiológica, onde vivem os povos indígenas, considerando a influência dos seus aspectos socioculturais no cuidado.

Adriana Lopes Elias, Enfermeira e Subsecretária Municipal de Gestão da Saúde da SEMSA-Manaus.

Prorrogado prazo de inscrição de experiência

A iniciativa APS Forte no SUS – no combate à pandemia é uma estratégia que estimula o debate e a divulgação de boas práticas da APS durante a pandemia de Covid-19. Foi proposta pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS/MS) e pela Organização Pan-americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil para mobilizar os profissionais de saúde. As inscrições de experiências foram prorrogadas para o dia 15 de julho, prazo final.

Confira o edital no site https://apsredes.org/aps-forte-sus-no-combate-a-pandemia/

 

Recommend to friends
  • gplus
  • pinterest