Comunicação comunitária no combate à Covid-19

A interiorização da Covid-19 no interior de São Paulo colocou Sorocaba em estado de alerta. Com 32 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 44 equipes de Saúde da Família, para uma população em torno de 780 mil pessoas, a Secretaria Municipal de Saúde de Sorocaba teve que inovar na comunicação com a população, especialmente, aquela residente em áreas vulneráveis socioeconomicamente.

Durante a pandemia, a prefeitura intensificou a relação com os veículos da imprensa para ampliar a divulgação diária do boletim epidemiológico da Covid-19 e da taxa de ocupação de leitos, visando a alertar a população sobre o crescimento de casos e de óbitos por Covid-19 na cidade. Porém, uma análise aprofundada das secretarias de Saúde e Cidadania apontou que ainda havia falta de comunicação, especialmente, nos territórios com mais casos da doença e mais vulneráveis.

“Apesar das atividades de imprensa, da publicidade, das redes sociais, do site criado exclusivamente para a Covid-19, a pandemia se tornou política e a rejeição da população com o setor público ficou mais evidente”, comenta o assessor de imprensa da secretaria, Marcelo de Almeida Júnior. A resposta ao problema se deu com a experiência “A importância da comunicação comunitária no combate à Covid-19”, apresentada no debate realizado no dia 19 de junho, como parte das atividades da iniciativa APS Forte no combate à Covid-19.

“A comunicação comunitária é muito interessante porque ela traz a transformação social, ela resgata a cidadania, a participação direta da população, o acolhimento e a educação social”, explica Júnior. “Então, a gente teve a ideia de fazer vídeos com personalidades conhecidas de cada território. A gente fez um filtro com os líderes comunitários mais conhecidos, passou as dicas de prevenção da prefeitura, para que eles gravassem os vídeos, mas sem ser um vídeo oficial da prefeitura”, explica Júnior. “Desta forma, os vídeos têm proximidade com a população e não geram desconfiança”, ressalta.

A experiência conta ainda com a parceria da Secretaria de Cidadania, que dispara os vídeos para cada grupo de whatsapp dos Centros de Referências de Assistência Social de cada região. “Nós disparamos os vídeos e os informes oficiais da prefeitura de forma segmentada para cada grupo de whastapp”, conta Júnior. Outra estratégia adotada foi a utilização de carros de som e cartazes personalizados em cada UBS com os números da Covid-19.

Apresentação da SMS Sorocaba/SP

Sorocaba/SP - Comunicação comunitária no combate à Covid-19

Vídeos produzidos pela SMS para as lideranças comunitárias:

Choose Your Style

%d blogueiros gostam disto: