APSREDES

A crise contemporânea dos modelos de atenção: Acesse as apresentações e o vídeo do Conass Debate

A terceira edição do seminário Conass Debate trouxe o tema A crise contemporânea dos modelos de atenção à saúde e reuniu cerca de 200 pessoas nesta terça-feira (13), em Brasília. O predomínio das condições crônicas e a necessidade de adequação do modelo de atenção foram os eixos das discussões.

Pela manhã, ex-diretor de Gestão de Condições Crônicas e diretor de Políticas do Sistema de Saúde da OMS e ex-Ministro Saúde do Pais Vasco, assessor do programa Obamacare, Rafael Bengoa, falou sobre a implantação do modelo de atenção às crônicas em na Espanha. Bengoa alerta que o modelo assistencialista vigente – reativo e focado nas condições agudas – é economicamente insustentável e incompatível para o cuidado a um paciente crônico. Segundo ele, a principal reforma é a passagem de um sistema reativo e passivo que espera o paciente, para um sistema proativo, que intervenha antecipadamente na doença crônica e transforme o paciente em um ‘paciente ativado’. “O que é caro não são os doentes crônicos, mas, sim, o modelo de atenção fragmentado que é ofertado”, afirmou.

O sanitarista Eugênio Vilaça Mendes contextualizou a crise que assola os modelos vigentes e a necessidade de enfrentar o desafio das condições crônicas. Segundo Vilaça, a taxa de mortalidade no Brasil, em pessoas de 30 anos ou mais, é de 600 mortes por cem mil habitantes e representa o dobro da taxa do Canadá e 1.5 vezes a taxa do Reino Unido. Como consequência, a cada dia, no Brasil, estima-se que morrem mais de 450 pessoas, somente em decorrência de infartos agudos do miocárdio e acidentes vasculares encefálicos.

A tarde, o debate contou com as exposições de Luiz Facchini, professor da Universidade Federal de Pelotas, Claunara Schilling Mendonca, professora de Medicina de Família no Departamento de Medicina Social da Universidade do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Rolim Sampaio, chefe do Escritório de Serviços de Saúde da Unimed Belo Horizonte e Frederico Guanais, especialista Líder em Saúde da Divisão de Proteção Social e Saúde do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Confira as apresentações:

Rafael Bengoa – http://pt.slideshare.net/CONASS/rafael-bengoa-34634358

Eugênio Vilaça – http://pt.slideshare.net/CONASS/a-crise-contempornea-dos-modelos-de-ateno-sade

Frederico Guanais – http://pt.slideshare.net/CONASS/frederico-guanais

Claunara Schilling – http://pt.slideshare.net/CONASS/claunara-schilling

Luiz Fachinni – http://pt.slideshare.net/CONASS/acesso-e-qualidade-da-ateno-ao-diabetes-entre-idosos-iniquidades-sociais-e-modelo-de-ateno

Luis Fernando Rolim – http://pt.slideshare.net/CONASS/luis-fernando-rolim

 

Confira o vídeo do evento:

http://www.conass.org.br/conassdebate/

 

 

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram