APSREDES

Resultado Preliminar
1.1 Título da experiência

Projeto EDUCAN – Implementação Curricular da Educação Alimentar e Nutricional na Rede de Ensino Municipal de Vitória da Conquista (BAHIA)

1.2 Autores(as) da experiência

Nome Cargo/Função Município
Thaíse Santos Ferraz Ruas Nutricionista Responsável Técnica do PNAE Vitória da Conquista
Adriana de Sousa Barbosa Ribeiro Coordenadora Pedagógica Vitória da Conquista
Sandra Pereira de Oliveira Engenheira Agrônoma Vitória da Conquista
Karina da Silva Macedo Nutricionista PNAE Vitória da Conquista
Eleni Carvalho dos Santos Coordenadora Pedagógica Vitória da Conquista
Aldeni de Jesus Moreira Nutricionista PNAE Vitória da Conquista
Silvânia Eça Cunha Nutricionista PNAE Vitória da Conquista
Larissa de Andrade Silva Nutricionista PNAE Vitória da Conquista
Liliane Reale Cardoso dos Santos Nutricionista PNAE Vitória da Conquista

1.3 Organização(ções)/Instituição(ções) promotora(s) da experiência

Organização/Instituição
Coordenação Municipal de Alimentação Escolar / Secretaria Municipal de Educação de Vitória da Conquista

1.4 Cidade(s) e Estado (s)

Estado Cidade
Bahia Vitória da Conquista

1.5 Região do país

Nordeste

1.6 Identificação do(a) autor(a) responsável

Nome Cargo/Função Município
Thaíse Santos Ferraz Ruas Nutricionista Responsável Técnica do PNAE Vitória da Conquista
Adriana de Sousa Barbosa Ribeiro Coordenadora Pedagógica Vitória da Conquista

1.7 Eixo temático da experiência

Eixo 2 - EAN no campo da Educação

1.8 Público participante da experiência

AdultosCrianças - 2 a 5 anosFamílias

1.9 Onde esta experiência foi desenvolvida

saúde
ASSISTÊNCIA SOCIAL
EDUCAÇÃO
Escola Pública
Educação infantil
SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL
OUTROS
1.10 Na avaliação do grupo responsável esta experiência atendeu e/ou promoveu os seguintes princípios
intersetorialidade
participação social
apoio ao desenvolvimento sustentável

Por favor justifique/comente sua resposta

As ações inseridas no projeto é fruto de um trabalho intersetorial entre a equipe de Nutrição da Alimentação Escolar e a Coordenação Pedagógica, incluindo implantação de hortas nas instituições de ensino, atividades educativas com os escolares, pais, e toda a comunidade escolar, contando também com o apoio e participação do CAE (Conselho de Alimentação Escolar).

2. OBJETIVOS E PRINCÍPIOS RELACIONADOS À EXPERIÊNCIA

2.1 Objetivo(s): Qual é/foi a finalidade das atividades desenvolvidas

As atividades desenvolvidas integram a proposta do projeto intitulado EDUCAN no município de Vitória da Conquista. O projeto lançado em 2022 pelo município, tem como objetivo inserir a Educação Alimentar e Nutricional como tema transversal no currículo escolar do município, amparado pela lei nº 13.666, de 16 de maio de 2018.Para tanto, houve a criação do Projeto Político Pedagógico, inicialmente abrangendo a Educação Infantil e posteriormente será ampliado para as demais modalidades de ensino da rede municipal.

2.2 Os objetivos e as atividades desenvolvidas adotaram de maneira explícita algum ou alguns dos princípios do Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para Políticas Públicas

I - Sustentabilidade social, ambiental e econômica
III- Valorização da cultura alimentar local e respeito à diversidade de opiniões e perspectivas, considerando a legitimidade dos saberes de diferentes naturezas
IV- A comida e o alimento como referências; Valorização da culinária enquanto prática emancipatória
V- A Promoção do autocuidado e da autonomia
VI- A Educação enquanto processo permanente e gerador de autonomia e participação ativa e informada dos sujeitos
VII- A diversidade nos cenários de prática
VIII- Intersetorialidade
IX- Planejamento, avaliação e monitoramento das ações
2.3 Quais temas/diretrizes dos Guias Alimentares para População Brasileira e/ou para Crianças brasileiras menores de 2 anos são/foram abordados na experiência?
Foram utilizados temas contidos no Guia Alimentar para População Brasileira, como: conceitos dos alimentos, evitar os alimentos ultraprocessados, preferir o consumo dos alimentos in natura e minimamente processados, a valorização da culinária, incentivo a construção de hortas escolares e a comensalidade (o comer em companhia e a interação social). Vale ressaltar que o município não possui instituições de ensino que atendam crianças menores de dois anos.
2.4 Vocês consideram que esta experiência pode contribuir de maneira direta ou indireta a um ou mais dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ?
ODS 3 - Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
ODS 4- Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos

3. ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO DA EXPERIÊNCIA

3.1 Como foi identificada a necessidade de realização desta experiência
As ações de Educação Alimentar e Nutricional eram realizadas de forma pontual, nas instituições de ensino do município e o alcance se tornava limitado na rede, principalmente devido ao quadro técnico de Nutricionistas ser reduzido e não atender toda a demanda do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Percebeu-se então, a necessidade de uma estratégia conjunta inovadora para estabelecer um trabalho educativo consistente.
3.2 Foi realizado algum diagnóstico da situação (observação da realidade, levantamento de demandas junto ao público etc) antes de iniciar a experiência
Sim
descreva rapidamente
Sim. Em visitas as escolas foram observadas o consumo frequente de alimentos industrializados por parte dos escolares, bem como uma diminuição na aceitação da merenda escolar servida. E em conversas com os gestores escolares, percebeu-se a necessidade de tratar o tema de forma sistematizada, abrangente e contínua.
3.3 Como foram definidos as prioridades e objetivos da experiência
Através da necessidade de melhoria na aceitação dos cardápios da Alimentação Escolar, bem como a percepção dos profissionais da rede de ensino.
3.4 Os sujeitos da ação participaram das etapas de planejamento da experiência?
Sim
sim, em quais etapas e como participaram ?
Durante as formações com os coordenadores pedagógicos da Educação Infantil. Desde a construção do PPP através de reuniões, como na elaboração das metodologias em formações realizadas com todos os coordenadores que atendem a Educação Infantil.
3.5 Foram desenvolvidas metodologias ativas como estratégias pedagógicas para a EAN
Sim
Se sim, indique a(s) metodologia(s) com uma breve descrição
Atividades pedagógicas realizadas em sala de aula com dinâmicas de interação e socialização, visitas, plantio e cultivo de hortas, visitas a mercados, feiras livres, cozinhas e depósitos das escolas, preparações de alimentos e degustação e palestras e oficinas para pais
3.6 Foram utilizados recursos materiais nas atividades desenvolvidas
Sim
sim, quais recursos?
Sim. Materiais de consumo como papelaria, gêneros alimentícios e materiais permanentes como equipamentos para projeções e outros
3.7 Sua experiência se configura no desenvolvimento de materiais educativos e desenvolvimento de tecnologias sociais a serem aplicados por outros profissionais?
sim
Descreva sobre o material/tecnologia social
Sim. Foi elaborado um módulo de atividades para os escolares da Educação Infantil, bem como disponibilizado material de apoio para os coordenadores pedagógicos e professores, além de cartilhas para atividades com os pais.
3.8 Como a experiência foi avaliada e quais os resultados obtidos
A avaliação tem sido feita através da aceitação e adesão de 100% da Educação Infantil por parte dos atores envolvidos (gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores, manipuladores de alimentos, discentes e pais). Também tem sido avaliado através dos depoimentos dos alunos e relatos dos professores sobre as mudanças percebidas nos hábitos alimentares das crianças. Até o momento são 100 instituições entre creches e CMEI’S, participando do projeto e alcançando um total de 8456 crianças com as atividades pedagógicas sobre EAN.
3.9 Relevância: Na avaliação das/os responsáveis, essa experiência contribuiu para algum nível de mudança/melhoria da realidade alimentar e nutricional das pessoas envolvidas; e/ou gerou experiência/conhecimento que pode contribuir para a prática de EAN em outros momentos e realidades
Tem sido notório a repercussão das atividades executadas nas instituições de ensino e o envolvimento de toda a comunidade escolar já tem gerado mudanças nos hábitos alimentares das crianças, bem como o conhecimento levado tem despertado para hábitos de vida mais saudáveis por parte dos familiares e todos os envolvidos no projeto EDUCAN. Essa proposta será ampliada para as demais modalidades de ensino do município, podendo servir como exemplo para realização destas ações em outras instituições de ensino da rede privada e até mesmo em outras secretarias de governo do município e estado.

4. RELATO RESUMIDO DA EXPERIÊNCIA

Relato resumido da experiência
O EDUCAN é um projeto que integra as atividades realizadas na Coordenação de Alimentação Escolar do município de Vitória da Conquista no que diz respeito a EAN, de modo que cada vez mais atenda as políticas públicas no que diz respeito ao SAN, não tem caráter estático, deverá ser avaliado periodicamente, podendo ocorrer mudanças para o aprimoramento e adequação às necessidades apresentadas pela comunidade assistida. Apresenta propostas inovadoras como: . • A implementação da EAN nos currículos escolares por meio de práticas educativas interdisciplinares e contextualizadas em parceria com a comunidade escolar; • Maior número de construções de hortas nas Instituições de Ensino com acompanhamento técnico; • Cursos e oficinas para pais, envolvendo hábitos alimentares e preparações saudáveis com aproveitamento de alimentos, em caráter também social às comunidades mais carentes; • Concursos de receitas envolvendo os manipuladores de alimentos; • Feiras expositivas de alimentos saudáveis considerando a cultura local; • Busca de parcerias com as Instituições de Ensino Superior para alinhamento e atualização das práticas de EAN realizadas pelo setor, com as formações oferecidas em nosso município. • Avaliação e acompanhamento nutricional específico para os alunos das escolas Quilombolas; • Curso profissionalizantes para alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos), em parcerias com Instituições do nosso município. Está sendo aplicado inicialmente em 100 instituições de ensino da rede, alcançando 8.456 crianças da Educação Infantil, com a perspectiva de atingir a curto e médio prazo todas as modalidades de ensino que a rede municipal oferece. Vale ressaltar que a Secretaria Municipal de Educação, disponibilizou dois profissionais do setor pedagógico para trabalhar exclusivamente com o projeto EDUCAN, potencializando a abrangência e alcance das ações.

5. DOCUMENTOS

5.1 Campo para inserção de arquivo de imagens que documentaram a experiência