Divulgadas as onze finalistas do prêmio APS Forte

porcleomarbrdias

Divulgadas as onze finalistas do prêmio APS Forte

Jurados especiais decidirão as três experiências que melhor expressam ações que ampliam o acesso à Atenção Primária à Saúde (APS), porta de entrada do SUS

Comitê técnico integrado por representantes do Ministério da Saúde (MS), da Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil (OPAS BRA) e mais instituições do setor selecionaram, nas últimas semanas, as onze (11) experiências finalistas do Prêmio APS Forte: Acesso Universal. Além das entidades, fazem parte do comitê os conselhos nacionais de secretarias municipais e de secretários de Saúde (Conasems e Conass) e o Conselho Nacional de Saúde (CNS).

Práticas das cinco regiões brasileiras foram escolhidas para a reta final da apuração que levará três (3) vencedores para conhecerem uma experiência internacional de rede de atenção à saúde focado na Atenção Primária à Saúde (APS). O objetivo do prêmio é valorizar, sistematizar e divulgar experiências que ampliam o acesso do cidadão ao Sistema Único de Saúde (SUS).

As experiências estão em análise desde segunda-feira (23) por um time de jurados especiais que tem a missão de julgar as finalistas sob a perspectiva do usuário. Fazem parte do grupo a colunista Claudia Collucci (Folha S. Paulo), a radialista Mara Régia (Rádio Nacional), a repórter Lígia Formenti (Estadão), o médico Drauzio Varella e os jornalistas Luiz Fara Monteiro (TV Record), Alan Ferreira, Chico Pinheiro (TV Globo) e Lise Alves (colaboradora da revista The Lancet).

O resultado final será divulgado em evento a ser realizado no dia 29 de outubro, na OPAS, em Brasília.

Conheça as 11 experiências finalistas aqui.

 

Divulgação

Um total de 1.294 estratégias adotadas por trabalhadores da APS para melhorar a saúde da população brasileira foram registradas no site do Prêmio APS Forte. Delas, 946 foram aprovadas na primeira fase de seleção sendo que 135 foram indicadas para o prêmio, antes da seleção das 11 práticas finalistas.

A análise técnica das experiências inscritas ficou a cargo de um grupo de trabalho composto por gestores, profissionais de saúde, acadêmicos, especialistas nacionais e internacionais, convidados da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde (Saps/MS) e da OPAS Brasil.

As experiências aprovadas pelos jurados técnicos (946); as recomendadas para o prêmio (135); e as finalistas (11) vão compor uma publicação técnica eletrônica editada pela OPAS e Ministério da Saúde, chamada NavegadorSUS. As três práticas vencedoras estarão, ainda, sistematizadas no livro em formato de estudos de caso.

Fonte – Ascom SAPS/Portal da Inovação

%d blogueiros gostam disto: