APSREDES

Resultado Preliminar
1.1 Título da experiência

Projeto de extensão Nutrição para o bem de todos (NUTRIBEM)

1.2 Autores(as) da experiência

Nome Cargo/Função Município
Sofia Yurie Ribeiro Ishigaki Acadêmica de Nutrição Belém
Luana Rodrigues Pompeu Acadêmica de Nutrição Belém
Victoria Fernanda Souza de Lima Acadêmica de Nutrição Belém
Ritaellen de Cassia Correa do Rego Costa Acadêmica de Nutrição Belém
Clissia Renata Loureiro Croelhas Professora Belém
Taise Cunha de Lucena Professora Belém
Márlia Barbosa Pires Professora Belém

1.3 Organização(ções)/Instituição(ções) promotora(s) da experiência

Organização/Instituição
Centro Universitário da Amazônia - UNIESAMAZ

1.4 Cidade(s) e Estado (s)

Estado Cidade
Pará Belém

1.5 Região do país

Norte

1.6 Identificação do(a) autor(a) responsável

Nome Cargo/Função Município
Márlia Barbosa Pires Professora Belém

1.7 Eixo temático da experiência

Eixo 2 - EAN no campo da Educação

1.8 Público participante da experiência

AdolescentesAdultosComunidade em geralComunidades/famílias em vulnerabilidade socialEstudantesMulheresPessoas NegrasPúblico atendido por Programas Sociais

1.9 Onde esta experiência foi desenvolvida

saúde
Hospital
ASSISTÊNCIA SOCIAL
EDUCAÇÃO
Escola Pública
Universidade
SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL
Cozinha Comunitária
OUTROS
Centro/Associação Comunitária
Espaços públicos (áreas de lazer, praças, mercados)
Associação vinculada prática religiosa
Supermercados
Clube de futebol
Clube náutico
Shopping
1.10 Na avaliação do grupo responsável esta experiência atendeu e/ou promoveu os seguintes princípios
todas as pessoas têm o direito de ter acesso à alimentação adequada saudável
universalidade
integralidade
equidade
intersetorialidade
participação social
apoio ao desenvolvimento sustentável

Por favor justifique/comente sua resposta

Pode-se afirmar que, seguimos os princípios pois atuamos em diferentes esferas sociais visando a transmissão de informações sobre alimentação saudável para todos, uma vez que fornecemos além do acesso a informação trouxemos também o entendimento do público. Nesse sentido, o projeto visa por meio de seus critérios atingir diversas pessoas no âmbito social, independente do gênero, idade ou escolaridade, desenvolvendo assim o auxílio para a comunidade

2. OBJETIVOS E PRINCÍPIOS RELACIONADOS À EXPERIÊNCIA

2.1 Objetivo(s): Qual é/foi a finalidade das atividades desenvolvidas

O projeto visa promover a aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos ao longo do Curso de Bacharelado em Nutrição, em benefício da população em geral. – Orientar a comunidade que apresente determinadas patologias; – Sensibilizar a população sobre a relevância da doação e aleitamento materno; – Realizar ações para capacitação de manipuladores de alimentos; – Apresentação de educação nutricional para jovens atletas; – Oficias culinárias sobre aproveitamento integral dos alimentos; – Paletras sobre alimentação saudável.

2.2 Os objetivos e as atividades desenvolvidas adotaram de maneira explícita algum ou alguns dos princípios do Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para Políticas Públicas

I - Sustentabilidade social, ambiental e econômica
II- Abordagem do sistema alimentar, na sua integralidade
III- Valorização da cultura alimentar local e respeito à diversidade de opiniões e perspectivas, considerando a legitimidade dos saberes de diferentes naturezas
IV- A comida e o alimento como referências; Valorização da culinária enquanto prática emancipatória
V- A Promoção do autocuidado e da autonomia
VI- A Educação enquanto processo permanente e gerador de autonomia e participação ativa e informada dos sujeitos
VII- A diversidade nos cenários de prática
VIII- Intersetorialidade
IX- Planejamento, avaliação e monitoramento das ações
2.3 Quais temas/diretrizes dos Guias Alimentares para População Brasileira e/ou para Crianças brasileiras menores de 2 anos são/foram abordados na experiência?
O projeto Nutribem incluem na sua didática as recomendações do guia alimentar, como ter como base da sua alimentação alimentos in natura ou minimamente processados evitar alimentos processados e alimentos ultraprocessados, dar preferências por comprar em lugares que tenham uma ofertar maior de alimentos variados como mercados, feiras livres, desenvolver e compartilhar suas habilidades culinária utilizando poucas quantidades de sal e açúcar, óleos e gorduras.
2.4 Vocês consideram que esta experiência pode contribuir de maneira direta ou indireta a um ou mais dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ?
ODS 2 - Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável
ODS 3 - Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
ODS 4- Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos

3. ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO DA EXPERIÊNCIA

3.1 Como foi identificada a necessidade de realização desta experiência
Decorrente do aumento da prevalência de doenças crônicas não transmissíveis se faz necessária a atuação do profissional Nutricionista. O cuidado nutricional vem ganhando evidência na melhora dos sintomas e tratamento destas. Além disso, nota-se uma fragilidade na falta de acesso de informações para a população.
3.2 Foi realizado algum diagnóstico da situação (observação da realidade, levantamento de demandas junto ao público etc) antes de iniciar a experiência
Sim
descreva rapidamente
Faz-se uma coleta de informações referente a faixa etária e escolariade, após isso, realiza-se uma análise do público alvo da ação buscando as reais necessidades.
3.3 Como foram definidos as prioridades e objetivos da experiência
Optou-se pela adequação em cada ação prestada, sempre fornecendo e suprindo as necessidades de cada público, seja ele de gestantes, puérperas, lactantes, manipuladores de alimentos e indivíduos com doenças crônicas nutricionais.
3.4 Os sujeitos da ação participaram das etapas de planejamento da experiência?
Sim
sim, em quais etapas e como participaram ?
Etapa 1: Coleta de informações referente ao público – As professoras repassavam as informações sobre o público para os integrantes do projeto Etapa 2: Escolha do tema – Optava-se em ministrar o tema referente das suas principais necessidades Etapa 3: Elaboração de materiais. Ex: slide, formulário, dinãmicas e material lúdico. – Durante reuniões eram realizadas a elaboração por meio de pesquisas científicas Etapa 4: Realização da ação – As alunas supervisionadas pelas professoras conduziam a ação Etapa 5: Divulgação nas redes sociais. – Após realização da ação eram produzidos post para divulgação nas redes sociais do projeto
3.5 Foram desenvolvidas metodologias ativas como estratégias pedagógicas para a EAN
Sim
Se sim, indique a(s) metodologia(s) com uma breve descrição
Realiza-se dinâmicas como mitos e verdades, gamificação e materias lúdicos como o semáforo da alimentação e nuvem dos alimentos.
3.6 Foram utilizados recursos materiais nas atividades desenvolvidas
Sim
sim, quais recursos?
Folders, slides e questionários
3.7 Sua experiência se configura no desenvolvimento de materiais educativos e desenvolvimento de tecnologias sociais a serem aplicados por outros profissionais?
sim
Descreva sobre o material/tecnologia social
Foi realizada a produção de diversos materiais lúdicos educativos, um deles foi o “semáforo da alimentação” o qual consistia no melhor entendimento onde dividimos as categorias de alimentos (in natura/minimamente processado, processado e ultraprocessado) de acordo com o Guia alimentar correlacionando com as cores do semáforo de trânsito. Além disso, foi realizada a criação da “nuvem dos alimentos” referente as diferentes classes dos alimentos (construtores, energéticos e reguladores)
3.8 Como a experiência foi avaliada e quais os resultados obtidos
Quanto a técnica de coleta de dados foi realizada a triangulação, no qual ocorre a utilização de vários métodos, como a aplicabilidade de questionários, entrevistas, observações e quizz para o público alvo, com o fito de obter informações que serão utilizadas para a produção de materiais científicos. Dentre as ações prestadas foi possivel analisar resultados como o entendimento da necessidade de modificações de hábitos alimentares, além da diminuição do desperdício dos alimentos nas oficinas culinárias restadas. Entretanto, nota-se alguns desafios na coleta de resultados após a aplicação das ações, em virtude da pandemia da COVID-19 pela limitação do fluxo de pessoas.
3.9 Relevância: Na avaliação das/os responsáveis, essa experiência contribuiu para algum nível de mudança/melhoria da realidade alimentar e nutricional das pessoas envolvidas; e/ou gerou experiência/conhecimento que pode contribuir para a prática de EAN em outros momentos e realidades
Educação alimentar e nutricional é um método eficaz para orientação da população em geral, contribuindo assim para a compreensão desses indivíduos, acarretando em mudanças benéficas nas práticas alimentares dos mesmos

4. RELATO RESUMIDO DA EXPERIÊNCIA

Relato resumido da experiência
O projeto NutriBem é um projeto de extensão do Centro Universitário da Amazônia – UNIESAMAZ cujo principal objetivo é levar conhecimento a respeito dos alimentos a comunidade de Belém, e é composto por professoras coordenadoras e acadêmicas do curso de Nutrição. As atividades são desenvolvidas para adultos e idosos, em locais parceiros com a UNIESAMAZ e também com o MESA BRASIL do SESC. São desenvolvidas algumas atividades mas principalmente a de Aproveitamento Integral dos alimentos, Semáforo dos Alimentos e Composição do Prato Saudável, todas são desenvolvidas em duas etapas, teoria e prática; a teoria é realizado uma roda de conversa e/ou palestra com os participantes e depois a prática é desenvolvida para que os participantes possam treinar o que foi repassado de conhecimento. Todos os insumos e materiais são fornecidos pela universidade, pelo projeto ou pelo Mesa Brasil.

5. DOCUMENTOS

5.1 Campo para inserção de arquivo de imagens que documentaram a experiência
Campo para inserção de arquivo de documentos produzidos relacionados à experiência