Prevenção e controle da Obesidade é tema de Laboratório de Inovação

controle da obesidade

O Laboratório de Inovação em Manejo da Obesidade nas Redes de Atenção à Saúde tem a missão de identificar, sistematizar e compartilhar lições aprendidas e boas práticas de promoção da saúde e prevenção, controle, tratamento e manejo da obesidade no Sistema Único de Saúde com vistas a fomentar a tomada de decisão e o cuidado integral nas redes de atenção à saúde dos indivíduos e coletividades. Desenvolvido pela OPAS Brasil, por meio da Gerência de Saúde Familiar e Ciclo de Vida, e pela Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde, o Laboratório de Inovação realizou no início de dezembro (3/12), a primeira reunião presencial do grupo de trabalho para elaborar e discutir sua missão e objetivos, bem como o cronograma de atividades para 2013. Participaram da abertura do encontro, o gerente da Opas Brasil, Rodolfo Gomes, e o assessor do escritório central da Opas em Washington, na área de sistemas integrados de saúde, Renato Tasca.

Entre as atribuições do Laboratório de Inovação está a elaboração de um edital de convocação de experiências de promoção da saúde e prevenção, controle, tratamento e manejo da obesidade no SUS, que deve ser publicado entre abril e maio de 2013. “O grupo de trabalho entendeu que antes de lançarmos o edital, é importante o alinhamento de alguns conceitos relacionados a obesidade, alem da realização e discussão de uma extensa revisão bibliográfica do manejo da obesidade no serviço de saúde. ”, explica a consultora técnica  da Opas Brasil, Janine Coutinho.

A coordenadora da equipe de Promoção da Saúde, da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição/MS, Ana Carolina Feldenheimer, que divide a coordenação do Laboratório de Inovação com a consultora técnica da Opas Janine Coutinho, apresentou a minuta da portaria da linha de cuidado da obesidade e a da Rede de Atenção das Doenças Crônicas. “Essas portarias poderão subsidiar a definição de critérios para elaboração do edital”, adiantou.

A revisão bibliográfica do tema será realizada com o enfoque no que está sendo feito nacionalmente ou mundialmente no setor saúde para prevenção e controle da obesidade. Para isso, os integrantes foram divididos em cinco temas: crianças (0 a 2 anos); crianças e escolares (3 a 10 anos); adolescentes (11 a 19 anos); mulher (gestação e pós-parto); e adultos e idosos (homens e mulheres). A revisão bibliográfica levará em consideração alguns elementos sobre manejo clínico da obesidade, incluindo atividade física; alimentação e dieta; medicamentoso; cirúrgico (tipos de procedimentos, acompanhamento pré e pós-cirúrgico); apoio psicológico / questões sociais/ culturais; autocuidado; atenção primária e Obesidade; atenção especializada ambulatorial; atenção especializada hospitalar; composição das equipes; promoção da saúde e relação com outros setores no território.

O grupo de trabalho é formado por representantes do Ministério da Saúde, Conass, Conasems e por profissionais oriundos do SUS e acadêmicos selecionados via edital de seleção. São eles:

- Alana Galeano, nutricionista, integrante de um NASF em Campo Grande (MS), desde 2009.
- Aline Cristine Souza Lopes, nutricionista e professora na Universidade Federal de Minas Gerais, com experiência em epidemiologia da obesidade. Dedica-se às pesquisas de avaliação de intervenções conduzidas no âmbito das Academias da Cidade.
- Carla Maria Vieira, nutricionista e professora na Universidade Metodista de Piracicaba (SP). Pesquisadora da área de saúde mental e atua em ambulatório de obesidade para pacientes com transtornos mentais.
- Galzuinda Maria Figueiredo, médica, cirurgiã bariátrica. Participou da organização do primeiro ambulatório de manejo da Obesidade para pacientes graves em Belo Horizonte (MG). Atualmente, atua no manejo e controle da obesidade no âmbito ambulatorial e cirúrgica.
- Juraci César, professor da Universidade Federal de Rio Grande e Universidade Federal de Pelotas (RS). Trabalha com a epidemiologia da obesidade e seus determinantes e mais recentemente tem se dedicado a estudos de obesidade infantil na Atenção Básica.
- Patrícia Nelly Alves Menezes- Patrícia Nelly: Educadora física. Tem experiência com a implementação dos Pólos da Academia da Cidade na cidade de Recife (PE).
- Romeika Nóbrega Nutricionista, integrante de Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) de João Pessoa (PB). Tem experiência na Atenção Básica e especificamente na condução de atividade de prevenção, promoção e controle da obesidade nesse Ponto de Atenção.
- Rosely Sichieri: professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro (RJ). Trabalha com pesquisas no âmbito da epidemiologia nutricional e tem experiência na condução dos estudos de prevenção e controle da obesidade.
- Gisele Bortolini, nutricionista e atua na Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.
- Lorena Melo, nutricionista e atua na Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.
- Gabriela, nutricionista e atua na Coordenação Geral de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde.
- Zélia Lins, médica, especialista em Saúde da Família, representante do Conass.

Por Vanessa Borges

Portal da Inovação em Saúde



Um comentário para “Prevenção e controle da Obesidade é tema de Laboratório de Inovação”

  1. Vanina Tereza
    13 de fevereiro de 2013 às 18:06

    Boa tarde.
    Esta temática é muito interessante e sou pesquisadora nesta área, faço parte de um grupo de pesquisa denominado TOI – Transdisciplinaridade na obesidade infantil. E apresentei minha dissertação com título Cirurgia Bariátrica: fatores motivacionais e seu impacto na vida cotidiana de homens obesos mórbidos.
    Desta forma gostaria de saber como contribuir com este grupo de trabalho. e atualmente estou organizando na equipe do NASF qual faço parte o atendimento a pessoa obesa e que vai realizar cirurgia bariátrica. Grata Vanina

Deixe um comentário