A Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, desde 2004, através de uma política indutora, vem
estimulando as operadoras a repensarem a organização da atenção prestada aos usuários por meio de uma visão ampliada da saúde, saindo do modelo de atenção centrado na doença para um modelo com práticas cuidadoras e integrais que promovam a interface necessária entre a promoção da saúde e a prevenção de doenças e os demais níveis e complexidades da assistência à saúde, em prol da garantia do acesso aos serviços e da melhoria da qualidade de vida deste grupo populacional.
A necessidade de implementar novas formas de cuidado com melhores resultados em saúde
é imperativo para a sustentabilidade do setor. Somente por meio da coordenação do cuidado e
da gestão de informações é possível responder as necessidades de saúde dos beneficiários de forma eficaz.
Nesse intuito, a Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS em cooperação técnica com a Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil idealizou o Laboratório de Inovação sobre Experiências de Atenção Primária na Saúde Suplementar Brasileira. Esse Laboratório de Inovação tem por objetivo identificar e reconhecer o esforço, individual ou conjunto, de operadoras de planos de assistência à saúde brasileiras, na implementação da Atenção Primária em Saúde – APS e o acompanhamento do seu impacto nos resultados em saúde e na sustentabilidade do setor.

Esta publicação visa divulgar as experiências selecionadas pela ANS e pela OPAS/OMS Brasil e apontar as potencialidades e fragilidades que podem impactar o sistema de saúde suplementar brasileiro. Espera-se que a leitura deste livro contribua para melhoria dos resultados em saúde no setor suplementar de nosso país e sua consequente sustentabilidade.

 Boa Leitura!

Versões disponíveis


Versão PDF